Home / MMA / Destaques - MMA / Gesias Cavalcante e Dhiego Lima são coroados campeões no Titan FC 39

Gesias Cavalcante e Dhiego Lima são coroados campeões no Titan FC 39

Gesias "JZ Calvan" Cavalcante (Foto: Titan FC)

Gesias “JZ Calvan” Cavalcante (Foto: Titan FC)

A trigésima nona edição do Titan FC aconteceu ontem em Coral Gables, na Flórida, e contou com três disputas de cinturão no card, as três envolvendo lutadores brasileiros.

Na luta principal da noite, o brasileiro Gesias Cavalcante (20-8-1) disputou o título vago dos leves contra o americano Pat Healy (30-22). O carioca de 32 anos não tomou conhecimento e derrotou Healy com um nocaute aos 2:07 do primeiro round e levou o cinturão pra casa. Sem dúvidas, a vitória mais importante de Gesias nos últimos anos.

A co-principal luta teve o campeão peso-pena Andre Harrison (13-0) mantendo sua invencibilidade e o seu cinturão contra o brasileiro Deivison Ribeiro (26-10). Infelizmente, a luta terminou de forma ruim para o brasileiro, que sofreu uma grave fratura na perna aos 2:13 do terceiro round. Essa foi a terceira defesa de título feita por Harrison, que havia declarado antes mesmo da luta, que deseja uma vaga no card histórico do UFC em Nova York.

A terceira disputa de título foi entre o brasileiro Dhiego Lima (12-4) e o americano David Michaud (9-3) pelo cinturão vago dos meio-médios. O título ficou vago após o antigo campeão Belal Muhammad assinar contrato com o UFC. E num duelo muito disputado, Dhiego venceu a luta na decisão unânime dos jurados. Os três juízes marcaram 48-47 a favor do brasileiro.

Na única luta feminina do card, a capixaba Carina Damm (23-12) derrotou a americana Sarah Alpar (6-4) na decisão unânime dos jurados.

O card ainda contou com as participações de mais três brasileiros, e de nomes como o ex-Bellator Alexis Vila (14-7), e o irmão de Cole Miller, Micah Miller (20-8). Confira abaixo os resultados completos do evento:

 

  • Gesias Cavalcante venceu Pat Healy com um nocaute (socos) aos 2:07 do primeiro round – disputa do cinturão dos leves
  • Andre Harrison venceu Deivison Ribeiro por nocaute técnico (lesão) aos 2:13 do terceiro round – disputa do cinturão dos penas
  • Dhiego Lima venceu David Michaud por decisão unânime dos jurados (48-47, 48-47, 48-47) – disputa do cinturão dos meio-médios
  • Carina Damm venceu Sarah Alpar por decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28, 29-28)
  • Micah Miller venceu Kenny Gaudreau por decisão unânime dos jurados (29-28, 30-27,30-27)
  • Abdiel Velazquez venceu Alexis Vila por decisão majoritária dos jurados
  • Kurt Holobauagh venceu Luciano “Macarrão” por nocaute técnico (socos) aos 4:21 do segundo round
  • Sabah Homasi venceu Vitor Eustaquio por nocaute técnico (socos) aos 2:21 do primeiro round
  • Lazar Stojadinovic venceu Chino Duran por finalização (mata-leão) aos 1:30 do segundo round
  • Preston Parsons venceu Ignacio Bahamondez por finalização (armlock) aos 2:59 do primeiro round
  • Raush Manfio venceu Luis Zequeira por nocaute (joelhada) aos 4:52 do segundo round

 

Para ficar por dentro das principais notícias do mundo da luta, siga nossos perfis no Twitter e Instagram, e curta também a nossa página oficial no Facebook.