Home / Destaques / Robert Drysdale produz documentário que promete revelar a verdadeira história do jiu-jitsu no Brasil

Robert Drysdale produz documentário que promete revelar a verdadeira história do jiu-jitsu no Brasil

Robert Drysdale (Crédito: drysdalejiujitsu.com)

Campeão mundial, campeão do ADCC e invicto na carreira do MMA, Robert Drysdale é sem dúvidas um dos maiores nomes que o jiu-jitsu já viu. Fundador da Zenith ao lado de Rodrigo Cavaca, Robert é um grande estudioso das artes marciais – algo que pouco se fala.

 

Há cerca de três anos, Robert tem trabalhado na produção de um documentário que busca resgatar a história do jiu-jitsu no Brasil. Trata-se de “Closed Guard: The Origins of Jiu-Jitsu in Brazil”. Em entrevista ao canal do YouTube e podcast Jiu-Jitsu in Frames, ele contou que o trabalho está quase pronto, mas ainda há alguns ajustes a serem feitos.

 

“Tem uns detalhes que estamos sempre mudando porque não queremos errar e é difícil não errar num documentário tão rico em termos históricos”, disse.

 

O filme, que segundo ele era lançar a princípio entre abril e maio, com possibilidade de estreia oficial no Mundial de Masters da IBJJF, promete desmistificar alguns fatos que por muito tempo se tornaram verdade. Entre elas, ele destaca a forte relação do jiu-jitsu com samurais – algo que não é real.

 

“Hoje eu sei que era um mito, mas eu mesmo até pouco tempo, acreditava que era verdade que os samurais foram quem desenvolveram a arte do jiu-jitsu, que é um mito que foi repetido tantas vezes que todos acreditam sem questionar e eu incluso (…) Eu errei feio e isso estava na introdução do filme. E veio um historiador de artes marciais, o Roberto Pedreira, e me corrigiu. Ele falou que os samurais não tem nada a ver com a história do jiu-jitsu”, complementou.

View this post on Instagram

??interviewing @pedrovalentevb for our upcoming film. We wanted to speak to different representatives of the gracie family. We chose robson gracie, @renzogracie father, @kyragracie and carlos gracie jr. To represent carlos gracie. And we chose the valente brothers guilherme and pedro as well as @realroyce to represent helio. We are very happy with the result of all interviews. And we truly believe that what will come across is an accurate account of how BJJ developed. ?? Интерпретация @pedrovalentevb для нашего предстоящего фильма. Мы хотели поговорить с разными представителями семьи gracie. Мы выбрали robson gracie, отец @renzograciebjj , @kyragracie и carlos gracie jr. Представлять Карлос Граси. И мы выбрали бразильских братьев-гильерме и педро, а также @realroyce для представления гелио. Мы очень довольны результатом всех интервью. И мы действительно считаем, что то, что встретится, – это точный отчет о том, как развивается BJJ. ?? entrevista @pedrovalentevb para o nosso próximo filme. Queríamos falar com diferentes representantes da família gracie. Escolhemos robson gracie, @renzograciebjj father, @kyragracie e carlos gracie jr. Para representar carlos gracie. E escolhemos os irmãos valente, guilherme e pedro, e também @realroyce, para representar helio. Estamos muito felizes com o resultado de todas as entrevistas. E acreditamos realmente que o que acontecerá é um relato preciso de como o BJJ se desenvolveu. #Bjjseminar #closedguard #acb #acbjj #acbmma #berkut #bjj #brazilianjiujitsu #jiujitsu #bjjlifestyle #jiujitsulifestyle #nogi #grappling #oss #martialarts #mma #ufc #fight #brazil #brasil #maeda #history #gracie

A post shared by Closed Guard (@closedguardthemovie) on

 

Mas apesar de parecer fácil fazer correções, o trabalho é árduo, já que o equívoco fez com que precisasse de uma reformulação no roteiro, uma nova pesquisa de material e uma grande demanda de produção. “Como isso é um hobby para todos nós, fica difícil nos dedicarmos de maneira integral a produção do documentário. Mas a boa notícia é que ele vai sair”, falou.

 

Segundo Robert, outra história que será desconstruída no documentário é de que, diferente do que se acreditou ao longo do tempo, não há indícios reais, além de relatos de alunos, de que Oswaldo Fadda faz parte de uma linhagem independente da família Gracie, conforme já havia relatado o BJJ Heroes.

 

Depois de alguns estudos e a conclusão de que seria possível de que Fadda tivesse sido aluno de Hélio Gracie, algumas pessoas não gostaram e consideraram um ataque a linhagem Fadda, mas ressaltou que, caso haja algum artigo que prove a ligação direta de Luiz França (instrutor de Mitsuyo Maeda) a Mitsuyo Maeda, ele faz questão de acrescentar no documentário, mas afirma que faltam informações, o que dificulta peneirar a mentira da verdade.

 

“A verdade não é tendenciosa, em termos políticos, não pode ser de esquerda e nem de direita. Se ela é a verdade, ela é a verdade. Ela não pode ser ao meu ou ao teu favor. Então o objetivo do documentário sempre foi contar de maneira correta independente do lado Gracie ou anti-Gracie”, explicou Drysdale.

 

Mas apesar do trabalho intensivo, Robert afirma estar feliz com a nova experiência. Ele também conta que sempre teve o desejo de produzir um documentário, mas não tinha como tirar do papel. E com equipe construída, viagens históricas ao redor do mundo e diversos aprendizados, ele considera ter se tornado um pouco historiador, um pouco diretor e um pouco escritor.

 

“Transformar esse trabalho acadêmico em filme para mim é um sonho, e eu acho que a comunidade do jiu-jitsu vai se beneficiar por muitas décadas, por ser a referência da história da nossa arte”, finalizou Drysdale.

 

Para assistir a entrevista completa com Robert Drysdale, acesse o canal no YouTube do Jiu-Jitsu in Frames ou se preferir, pode ouvir também no podcast.