Home / Competições / World Pro 2018 – Confira os resultados das finais em Abu Dhabi

World Pro 2018 – Confira os resultados das finais em Abu Dhabi

No último dia de competições do World Pro, as principais atrações foram as finais das categorias na faixa preta. A Mubadala Arena foi palco de ótimos combates. Confira tudo que rolou em cada final, de cada categoria.

Feminino 48 kg

Mayssa Bastos (GFTeam) derrotou a australiana Livia Gluchowska (Absolute MMA) por finalização (estrangulamento) e se sagrou bicampeã do World Pro. A luta começou com Livia tomando as ações para passar a guarda de MAyssa, porém a atleta da GFTeam surpreendeu com um berimbolo e saiu nas costas da australiana, que a partir desse momento, se limitou a defender os botes no pescoço de Mayssa, que ajustou o estrangulamento e finalizou a luta.

Masculino 62kg

João Miyao (PSLPB Cícero Costha) derrotou o coreano Wanki Chae (John Frankl BJJ) por 7×2 e conquistou o ouro na categoria até 62kg. A luta começou com os dois puxando junto para fifty-fifty. Após uma dupla punição, João subiu e tomou as ações da luta. Mostrando um jogo de passagem sólido, Miyao não deu espaços para Chae e progrediu até passar a guarda e colocar o joelho na barriga, garantindo cinco pontos de vantagem. Faltando 20 segundos, Wanki Chae raspou João Miyao, porém o atleta da Cícero Costha devolveu a raspagem e garantiu a vitória por 7×2.

Feminino 55kg

Amal Amjahid (CEMS Academy) derrotou a favorita Amanda Monteiro (GFTeam) por finalização em uma atuação ireepreensível. A luta começou com Amal Amjahid puxando para guarda laçada e controlando Amanda. Aos dois minutos e vinte, Amjahid atacou o braço de Amanda com um armlock, que foi defendido por Amanda. Após o domínio das costas, Amal Amjahid foi para o estrangulamento e finalizou a atleta da GFTeam, garantindo assim o seu primeiro ouro no World Pro

Masculino 69kg

Paulo Miyao (PSLPB Cícero Costha) derrotou Gianni Grippo (Alliance) por uma vantagem a zero e garantiu mais um ouro no World Pro. A luta começou com os dois atletas puxando juntos para guarda, Grippo subiu e abriu 2 x 0 no placar. Ao tentar passar a guarda de Miyao, Grippo foi surpreendido por um berimbolo, e Miyao empatou o combate. Miyao manteve a base e tomou as ações para passar a guarda, enquanto Grippo defendia fazendo guarda de lapela. Faltando quarenta e cinco segundos para terminar, Miyao chegou a meia guarda de Grippo, garantindo uma vantagem e assim continuou até o final do combate.

Feminino 62 kg

Bianca Basílio (Almeida Jiu-Jitsu) derrotou Ffifon Davies (Roger Gracie) na decisão dos juízes e garantiu o ouro do World Pro. A luta foi muito disputada e terminou empatada em duas vantagens para cada uma. Na decisão dos juízes, Bianca venceu por três a zero e garantiu a vitória. Os juízes tomaram sua decisão após o estrangulamento rodado aplicado por Bia, que quase fez com que Davies desse os três tapinhas.

Masculino 77kg

Espen Mathiesen (Kimura) venceu Jake Mackenzie (GFTeam) foi finalização e garantiu o seu primeiro ouro no World Pro na faixa preta. Com uma guarda bastante agressiva, Espen puxou para a guarda e após 1:40 de luta, atacou um armlock que obrigou Jake a desistir do combate.

Feminino 70 kg

Ana Carolina Vieira (GFTeam) derrotou Jessi Swanson (Soul Fighters) por 9×0 e garantiu o bicampeonato do World Pro. A luta começou com Jessi puxando para guarda e tentando atacar um omoplata, que foi bem defendido por Ana Carolina. Após isso, Baby tomou as ações e faltando dois minutos para o término do combate, a irmã de Rodolfo Vieira passou a guarda e estabeleceu o controle lateral. Em seguida, Ana Carolina colocou o joelho na barriga e montou, abrindo 9 x 0 no placar e garantindo assim o bicampeonato.

Masculino 85kg

Isaque Bahiense (Alliance) derrotou Faisal Al-Ketbi (UAEJJ Team) por 2×0 e conquistou o ouro do World Pro na categoria até 85 kg. Bahiense começou a luta imprimindo um ritmo forte e logo no primeiro minuto, o atleta da Alliance quase finalizou o ídolo local dos Emirados com uma guilhotina. Após a luta voltar ao centro, Faisal conquistou uma vantagem após quase quedar Isaque. Após isso, Isaque puxou para a fifty-fifty e raspou Faisal, abrindo 2×0 no placar, garantindo assim a vitória.

Feminino 90kg

Angélica Galvão (Atos) derrotou a polonesa Marta Szareca (Copacabana Fight Club) por 8×2 e conquistou o ouro da categoria até 90 kg do World Pro. Angélica começou a luta puxando para guarda e em seguida, atacou um omoplata que quase forçou a Szareca a desistir. Após a raspagem, Angélica ficou por cima e chegou na posição de meia guarda, porém a polonesa raspou e empatou a contenda. Porém Angélica não se abateu e raspou Szareca de volta e concluiu o movimento na montada da polonesa, garantindo seis pontos e estabelecendo 8×2 no placar.

Masculino 94kg

Felipe Preguiça (Gracie Barra) derrotou Adam Wardzinski (Checkmat) por 4×0 e conquistou o tricampeonato do World Pro. Com duas raspagens e muito controle corporal, Preguiça não deu chances para o polonês, conquistando assim a sua segunda vitória sobre Adam Wardzinski no mês de abril (Os dois atletas se enfrentaram no ACBJJ12).

Masculino 110 kg

Erberth Santos (Esquadrão de Jiu-Jitsu Brasileiro) derrotou Lúcio Lagarto por finalização (Mata-leã0) e conquistou o ouro do World Pro novamente. Erberth começou a 200 km/h e logo no início já quedou Lagarto e quase estabilizou a montada. Lagarto tentou repôr a meia guarda, porém Erberth passou para as costas e capitalizou a posição, aplicando um mata-leão. Foi a finalização mais rápida entre todas as finais que aconteceram no evento.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com