Home / Colunas / BJJF Entrevista / Promessas do Mundial 2016: Vanessa Pereira – Faixa Azul – Kimura Nova União

Promessas do Mundial 2016: Vanessa Pereira – Faixa Azul – Kimura Nova União

Vanessa Pereira é uma das maiores promessas vindas do circuito Europeu. A portuguesa residente na Suíça onde trabalha para ajudar a sua família é cria da Kimura Nova União onde tem Robson “Robinho” Dantas como seu mentor. Vanessa é conhecida por levar para o tatame toda a garra e energia com que enfrenta a vida. Depois de vencer Europeu e World Pro, o Mundial e o título que lhe falta!!! O BJJForum foi conhecer um pouco mais desta guerreira dentro e fora dos tatames.

vanessa

Nome: Vanessa Pereira

Idade: 27

Professores: Robson Dantas

Categoria: Médio

Posição Favorita: ND

Tempo de Treino: Desde 2013

Titulos:

Faixa Azul:
Campeã World Pro 2016
Campeã Europeu IBJJF 2016 Médio
Campeã World Pro 2015
Vice Campeã World Pro 2015 Absoluto
Campeã Europeu IBJJF 2015 Médio

Faixa Branca
Campeã Europeu IBJJF 2014 Médio
Patrocinadores:

Buffalo Grill… Human Chess…Bodytonic…

https://www.facebook.com/vanessapereirajiujitsu

 

Vanessa fala-nos do teu primeiro contato com o jiu-jítsu e como foi a tua entrada para a Kimura. 

Ola pessoal meu nome e Vanessa Pereira, meu primeiro contacto com o jiu jitsu foi em 2007 em Portugal, com o professor Patrick aluno do Julio Pudim e Sandro Bala, mas nessa altura treinei apenas alguns meses, foi na altura que emigrei. Voltei a ter contacto com o jiu jitsu já na Suíça em 2013 na Kimura Nova União, com o empurrão de um amigo meu voltei a treinar, e também porque a academia ficava bem perto da minha casa, desde então nunca mais parei, completo em setembro de 2016 três anos de jiu jitsu.

Muitas pessoas não sabem mas tu és portuguesa filha de cabo-verdianos e resides na Suíça onde foste á procura de oportunidades de trabalho para ajudar os teus pais. Eu também sou emigrante e o jiu-jítsu foi fundamental na minha integração . Contigo aconteceu o mesmo?

Não eu só comecei a treinar jiu jitsu na Suíça em 2013 até essa data eu jogava rugby , esse sempre foi o meu desporto.
Fala-nos também um pouco do teu dia a dia e como concilias o trabalho e o treino.

O meu dia a dia e muito complicado treino jiu jitsu todos os dias e 3x por semana tenho preparação física, trabalho a tempo inteiro o que faz com que esteja sempre cansada e nunca estou em casa, costumo dizer que só venho a casa pra dormir.

Quem acompanha o teu percurso no jiu jitsu vê que agradeces imenso ao dono do restaurante onde trabalhas e ao teu Mestre Robinho, que papel eles desempenham na tua vida dentro e fora do jiu jitsu?

O meu patrão e um dos grandes responsáveis dos meus resultados, a nível de horários de trabalho ele sempre faz de tudo para que eu possa competir e treinar,e um dos patrocinadores, realmente o meu patrão e todos os meus colegas de trabalho ajudam-me muito. Em relação ao meu mestre as palavras são poucas eu costumo dizer que tenho 2 pais, um de sangue e um de tatame, meu mestre esta sempre comigo ajuda me , corrige , da raspanetes (puxão de orelhas), realmente devo os meus resultados a ele e toda a minha equipa tanto de treino como de trabalho.

 

Vanessa nos últimos dois anos vieste para Natal fazer a preparação para o World Pro. Que diferenças sentiste nos treinos comparando com a Europa?

A diferença não e muita só tem muitos graduados, muitos faixas pretas que me massacram kkkk , eu sempre dou o meu maximo com 1 ou com 100 pessoas no treino, vou fazer a preparação ao Brasil para poder focar me mais no mundial. Significa que não estarei a trabalhar e apenas a treinar, o que faz que a minha preparação seja mto melhor, devido a não ter outras responsabilidades, tenho sorte de ter toda a equipa Kimura Nova União do mundo comigo, onde quer que vá sempre vão ajudar me e fazer de tudo para que eu seja a melhor.

Aqui no Brasil é comum muitos lutadores lutarem quase todo o final de semana o que lhes dá muita bagagem de competição, ai na Europa os campeonatos são muito escassos. Sentes que isso atrapalha a tua preparação?

Sim isso atrapalha muito luto varias vezes com pessoas que estão sempre a competir e sinto um pequeno atraso da minha parte, também pelo facto de trabalhar não posso competir todos os fins de semana. Mas dou sempre o meu Maximo, seja com quem for.

Depois de já teres ganhado o Europeu da IBJJF 3x e o World Pro 2x , o Mundial é o titulo que te falta. Nas tuas outras tentativas as coisas não correram como esperavas. O que achas que faltou? Mudaste algo no teu treinamento para que este seja o teu ano? 

Meu primeiro mundial IBJJF faltou experiência e era o meu primeiro campeonato longe de casa, foi muito difícil psicologicamente ate chegar lá estava bem e depois acabei por não conseguir dar o meu Maximo. O mundial 2015 perdi estupidamente por um pequeno detalhe 5/6  contra a campeã,  mas sai de lá com um grande aprendizado este ano em Abu Dabhi consegui derrotar a mesma adversária fiquei muito feliz . Mas eu não desisto este ano vou voltar.

Vanessa o que dirias ás meninas para incentivá-las a praticar jiu jitsu?

O jiu jitsu mudou a minha vida, era uma pessoa um pouco estressada e muito sensível,  ensinou-me a ser mais forte mesmo que eu sempre chore seja de alegria ou de tristeza, jiu jitsu é bom como defesa pessoal, e claro ajuda-nos a manter a forma.

Tens ídolos no Jiu Jitsu? Quais e porquê?

Tenho alguns , sou mais passadora então pra mim, na minha geração eu sou fan incondicional de Rodolfo Viiera , mas antes de qualquer pessoa sou fan do meu mestre Robson Dantas, não preciso ir muito longe tudo que preciso tenho na equipa.

Vanessa muito obrigado pelo tempo que tiraste para esta entrevista. Queres deixar algum agradecimento?

Pessoal só quero agradecer a todos pelo carinho, e mensagens que sempre recebo, muito feliz pelas pessoas que me rodeiam. Só quero dizer OBRIGADOOOOOO OSSSS

 

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com