Home / Competições / Mundial 2018 – Confira a análise das categorias na faixa preta

Mundial 2018 – Confira a análise das categorias na faixa preta

No próximo final de semana, a elite do Jiu-Jitsu mundial se reunirá em Long Beach – California para mais uma edição do Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF, o principal torneio do calendário competitivo. Nesse ano, alguns nomes importantes ficarão de fora, como por exemplo: André Galvão e Bernardo Faria, que anunciaram aposentadoria essa semana. Outras baixas que serão sentidas são as ausências de Rubens Charles Cobrinha e Erberth Santos, que não defenderão os seus títulos nas categorias Pena e Super-Pesado respectivamente.

Apesar de alguns nomes importantes estarem saindo de cena, uma nova geração vem ganhando espaço, mostrando a sua habilidade e o seu valor no esporte. Nomes como: Rudson Mateus, Fellipe Andrew, Gustavo Braguinha, Pablo Mantovani e Hiago Gama são nomes que prometem boa performance no primeiro ano como faixa preta.

Como já é tradicional, o BJJForum traz um raio-x de todas as categorias na faixa preta, esmiuçando os favoritos e analisando os confrontos das chaves, confira!

Peso Galo

Atual Campeão Mundial: Bruno Malfacine (Alliance)

Campeão Europeu: Hiago Gama (Alliance)

Campeão Panamericano: Tomoyuki Hashimoto (BRASA CTA)

Campeão Brasileiro: Cleito Soares (Alliance – Não inscrito)

Em busca do decacampeonato, Bruno Malfacine (Alliance) chega ao Mundial 2018 disposto a esticar a sua supremacia entre os pesos galos. Em sua chave, Malfacine terá pela frente nomes como Lucas Pinheiro (Atos), Tomoyuki Hashimoto (BRASA CTA) e João Pedro Somália (Soul Fighters). Já do outro lado da chave, a ausência de Caio Terra abriu um leque de probabilidades. José Carlos Lima (GFTeam), Rodnei Júnior (Qatar BJJ) e Hiago Gama (Alliance) surgem como fortes candidatos a final.

Peso Pluma

Atual Campeão Mundial: Mikey Musumeci (BRASA CTA)

Campeão Europeu: Hiago George e João Miyao fecharam para a Cícero Costha

Campeão Panamericano: João Miyao (Cícero Costha)

Campeão Brasileiro: Hiago George e Tiago Barros fecharam para a Cícero Costha

A categoria pluma é uma das mais imprevisíveis desse Mundial. O atual campeão, Mikey Musumesci não lutou com muita frequência desde o último Mundial (ponto negativo que pode pesar contra o aluno de Caio Terra). João Miyao (Cícero Costha), Ary Farias (Atos), Pablo Mantovani (Atos) surgem no primeiro pelotão para pódio. Alex Sodré (Nova União – Clube Feijão), Hiago George (Cícero Costha) e Gabriel Moraes (Alliance) correm por fora.

Peso Pena

Atual Campeão Mundial: Rubens Charles Cobrinha (Alliance)

Campeão Europeu: Márcio André (Nova União)

Campeão Panamericano: Gianni Grippo (Alliance)

Campeão Brasileiro: Rafael Mansur (NS Brotherhood)

O Peso Pena perde muito com a ausência de Rubens Charles Cobrinha. O veterano da Alliance teve um ano de 2017 iluminado, e conquistou o Super Grand Slam. Com a vacância de Cobrinha, nomes como Márcio André (Nova União), Leonardo Saggioro (Brazilian Top Team), Osvaldo Queixinho (ARES) e Gianni Grippo (Alliance) largam na frente para o título. Rafael Mansur (Brotherhood), Shane Jamill-Hill (Team Lloyd Irvin), AJ Agazarm (Gracie Barra) e Isaac Doederlein (Alliance) correm por fora.

Peso Leve

Atual Campeão Mundial: Lucas Lepri (Alliance)

Campeão Europeu: Michael Langhi (Alliance)

Campeão Panamericano: JT Torres e Michael Liera Jr fecharam a categoria para a ATOS

Campeão Brasileiro: Yan Lucas “Pica-Pau” (Ribeiro Jiu-Jitsu – Não Inscrito)

Lucas Lepri (Alliance) aparece como principal favorito a mais uma conquista de Mundial na categoria leve. O atleta da Alliance está desde 2016 sem tomar um ponto sequer, um recorde no Jiu-Jitsu. Para tentar evitar o hexa de Lucas Lepri, surgem nomes como: JT Torres (Atos), Edwin Najmi (Gracie Barra), Celsinho Venicius (X-Coach) e Espen Mathiesen (Kimura). Podemos apontar um outro panorama, caso Michael Langhi (Alliance) avance em sua chave até a final. Se isso acontecer, em paralelo com o avanço de Lucas Lepri, teremos grandes chances de assistir um fechamento de categoria entre atletas da Alliance.

Peso Médio

Atual Campeão Mundial: Gabriel Arges (Gracie Barra)

Campeão Europeu: Isaque Bahiense e Marcos Tinoco fecharam para a Alliance

Campeão Panamericano: Gabriel Arges (Gracie Barra)

Campeão Brasileiro: Marcos Tinoco (Alliance)

Com muitos nomes de alto quilate, o peso médio mantém a tradição de ser a categoria mais embolada do Mundial. Gabriel Arges (Gracie Barra) chega para esse Mundial com o status de campeão do ano anterior. Isso por si só, já garante um certo favoritismo automático, entretanto, o caminho para o bicampeonato será difícil. Marcos Tinoco (Alliance), Isaque Bahiense (Alliance), Tommy Langaker (Kimura), Cláudio Calasans (Atos) e Yago de Souza (NS Brotherhood) prometem colocar água no chopp de Gabriel.

Peso Meio-Pesado

Atual Campeão Mundial: André Galvão (Atos)

Campeão Europeu: Horlando Monteiro (Kimura)

Campeão Panamericano: Gustavo Braguinha e Lucas Hulk fecharam para a Atos

Campeão Brasileiro: Rudson Mateus (BRASA CTA)

Com a aposentadoria de André Galvão, a categoria meio-pesado ganha novos contornos e alguns nomes da nova geração ganham notoriedade. No pelotão principal surgem nomes como: Lucas Hulk (Atos), Rudson Mateus (BRASA CTA), Matheus Diniz (Alliance) e Renato Cardoso (Alliance). Correndo por fora, aparecem os nomes de Horlando Monteiro (Kimura), Gustavo Braguinha (Atos) e Tarsis Humphreys (Alliance).

Peso Pesado

Atual Campeão Mundial: Nicholas Meregali (Alliance)

Campeão Europeu: Keenan Cornelius (Atos)

Campeão Panamericano: Leandro Lo (NS Brotherhood)

Campeão Brasileiro: Fellipe Andrew (Zenith)

A categoria pesado promete ótimas lutas. Na chave número um, temos nomes como: Xande Ribeiro (Ribeiro Jiu-Jitsu), Felipe Preguiça (Gracie Barra),  Keenan Cornelius (Atos), Patrick Gaudio (GFTeam) e Fellipe Andrew (Zenith). Houve um certo desequilíbrio na montagem da chave e Keenan foi levemente beneficiado, entretanto isso por si só, não garante a vitória. Quem ganha com essa reunião de talentos é o público, que vai desfrutar de ótimos combates.

Peso Super-Pesado

Atual Campeão Mundial: Erberth Santos (Esquadrão de Jiu-Jitsu Brasileiro)

Campeão Europeu: Nelton Pontes (Gracie Barra)

Campeão Panamericano: Keenan Cornelius (Atos)

Campeão Brasileiro: Nicholas Meregali (Alliance)

Com a ausência do atual campeão Erberth Santos, que resolveu tirar férias e curtir os quinze mil dólares da premiação de melhor atleta do ranking da IBJJF, a categoria Super-Pesado ficou polarizada entre Leandro Lo (NS Brotherhood) e Nicholas Meregali (Alliance). Os dois atletas fizeram a final do peso pesado em 2017, e o pupilo de Mário Reis saiu vitorioso. Nesse ano, tudo indica que os dois se encontrarão novamente na final. Mahamed Aly (Team Lloyd Irvin) e Gutemberg Pereira (GFTeam) correm por fora na disputa.

Peso Pesadíssimo

Atual Campeão Mundial: Marcus Buchecha (Checkmat)

Campeão Europeu: Ricardo Evangelista (GFTeam)

Campeão Panamericano: João Gabriel Rocha (Soul Fighters)

Campeão Brasileiro: Felipe Bezerra (Checkmat)

Marcus Buchecha segue dominante na categoria Pesadíssimo. De 2012 para cá, foram cinco ouros conquistados (Em 2015, Buchecha se machucou e ficou de fora da disputa). Nesse ano, tudo indica que Buchecha conquistará o hexacampeonato. João Gabriel Rocha (Soul Fighters), Victor Honório (Qatar BJJ) e Gustavo Elias (Ribeiro Jiu-Jitsu) surgem como principais nomes a destronar Buchecha do seu posto. Um outro panorama possível, seria o fechamento de categoria entre Luiz Panza e Buchecha, haja visto que os dois se encontram em chaves opostas.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com