Home / Colunas / Lutas que devem rolar pós UFC Fight Week – UFN 90, TUF 23 Finale e UFC 200

Lutas que devem rolar pós UFC Fight Week – UFN 90, TUF 23 Finale e UFC 200

image

Fala rapaziada fã de luta do BJJForum. Que semana frenética heim? A UFC Fight Week passou como um furacão em nossas vidas e deixou suas marcas na história do nosso esporte preferido. Em uma semana que ficará para sempre em nossas memórias, muitas coisas mudaram dentro da Copa do Mundo do MMA by Wallid e não vejo a hora de saber o que o futuro reserva para algumas das estrelas que atuaram nesses 3 dias de mucha lucha. Mas enquanto Joe Silva e Sean Shelby não nos conta o que vem se passando em suas mentes devasas, cabe a este que vos escreve devanear sobre as lutas que gostaria que rolasse nos próximos eventos. Como são 3 eventos e muitas lutas, eu escrevi essa coluna especial em conjunto com o meu amigo Luíz Guilherme Mourão (vulgo Logan) que irá assumir a coluna em algumas oportunidades também, espero que vocês gostem dessa dupla dinâmica! Então, chega de lero-lero e bora ao que interessa:

UFC FIGHT NIGHT 90 -DOS ANJOS vs ALVAREZ

Por André “Bicudo”Barbosa

Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Getty Images

EDDIE ALVAREZ vs DONALD CERRONE 2

Alvarez quebrou a banca e nocauteou Rafael ainda no primeiro round e de forma brutal, deixando a categoria mais disputada do Universo ainda mais aberta do que já estava. Claro que a maioria colocaria Nurmagomedov como o próximo desafio para o recém coroado rei, mas eu não creio que isso seja o melhor para a categoria no momento. Donald Cerrone já travou uma verdadeira batalha contra o campeão e saiu vitorioso dela. Tá certo que o Cowboy anda se aventurando no peso de cima, e até eu mesmo já propus outras lutas pra ele nesta coluna, mas essa seria a luta que eu faria hoje. Lembrando que Cerrone está com luta marcada contra Ricky Story nos meio-médios e uma derrota poderia tirar o clima para essa luta até o final do ano. Portando, vamos esperar para ver o que acontece, mas não tenho dúvidas que o melhor para a categoria hoje seria Alvarez x Cerrone 2.

LAS VEGAS, NV - JULY 07: (R-L) Eddie Alvarez punches Rafael Dos Anjos of Brazil in their lightweight championship bout during the UFC Fight Night event inside the MGM Grand Garden Arena on July 7, 2016 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Getty Images

RAFAEL DOS ANJOS vs KHABIB NURMAGOMEDOV 2

Rafael estava assombrando o mundo das lutas com a sua evolução extraordinária, que o levou a conquista do cinturão do UFC. Nesse combate com Alvarez ele estava muito bem, mas acabou sendo pego por um cruzado que furou a sua guarda e acabou nocauteado. Méritos para o americano e nenhum demérito para o brasileiro, que continua sendo um dos grandes nomes do esporte na atualidade. Acho que essa derrota, por um lado, acabou sendo boa para a categoria e facilitou o casamento de uma revanche que já está em pauta a algum tempo: Dos Anjos vs Nurmagomedov. Essa seria a minha escolha para a volta do Rafa, um lutão por sinal , candidato a luta principal de qualquer evento futuro da organização.

LAS VEGAS, NV - JULY 07: (R-L) Derrick Lewis connects with a right hand against Roy Nelson in their heavyweight bout during the UFC Fight Night event inside the MGM Grand Garden Arena on July 7, 2016 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Getty Images

DERRICK LEWIS vs TRAVIS BROWNE

Mesmo achando que a Besta Negra não venceu essa luta, contra Roy Nelson, o fato é que ele saiu do UFN 90 com a maior vitória de sua carreira. Também não vou levar em conta que ele cometeu o absurdo de pedir para dar uma revanche para Roy em suas entrevistas pós-luta. Sinceramente, eu nunca tinha visto um pedido tão imbecil assim. Creio que foi a primeira vez – e talvez a última! – que vimos um cara vencer um combate no UFC e pedir para ter uma revanche com o cara que ele acabou de vencer, Enfim… aqui vou matar dois coelhos com uma cajadada só e casar a Besta contra  Travis Browne. Como já era previsto, o havaiano não aguentou a brutalidade de Cain Velásquez, saiu nocauteado do UFC 200 e, consequentemente, deve cair no ranking. Já Lewis, não pode pegar um desafio menor do que este com Roy. Browne x Lewis é um casamento bem plausível e que me agrada bastante.

LAS VEGAS, NV - JULY 07: (L-R) Alan Jouban kicks Belal Muhammad in their welterweight bout during the UFC Fight Night event inside the MGM Grand Garden Arena on July 7, 2016 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Getty Images

ALAN JOUBAN vs ERICK SILVA

Jouban x Belal foi a luta que mais gerou resenha no Card do UFN 90. E não foi pelos dois terem protagonizado a luta da noite, em um combate bem movimentado. O peculiar nome do seu adversário, que se pronuncia “Bilau”, gerou comentários do tipo “esse Bilau realmente é duro” ou “o Bilau está endurecendo esse round heim?!” e colaborou para trollagem durante nossa cobertura do evento. Mas “zueiras” à parte, o fato é que Jouban mais uma vez deu um show dentro do cage do UFC. Lutador agressivo e com grande faro para o nocaute, o americano é daqueles que não decepciona quando o assunto é dar show. Como vocês já sabem, gosto de colocar esse tipo de atleta em lutas com grande potencial de levantar o público e creio que o “Fenômeno Capixaba” (by Rhodes), Erick Silva, seria um bom casamento nesse sentido. Alan Jouban x Erick silva é a minha escolha.

LAS VEGAS, NV - JULY 07: Joe Duffy of Ireland celebrates after his submission victory over Mitch Clarke of Canada in their lightweight bout during the UFC Fight Night event inside the MGM Grand Garden Arena on July 7, 2016 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Getty Images

JOSEPH DUFFY vs FRANCISCO MASSARANDUBA

Irrepreensível! Assim eu classifico a vitória do Joe Irlandês frente Mitch Clarke. Apenas 25 segundos foram necessários para Duffy finalizar e começar a chamar a atenção dentro da categoria mais difícil do mundo. Mas creio que ainda não é o momento de colocá-lo contra algum dos Tops, já que a categoria atravessa um momento com muitos contenders se destacando. Daria uma luta de afirmação para ele e o duríssimo Massaranduba pode ser esse nome. Está aí um bom combate para compor o Card Principal do próximo UFC no Brasil.

Photo by Zuffa LLC/Getty Images

ALBERTO MINÁ vs PATRICK COTÉ 

O Soldado de Deus chegou como quem não quer nada no UFC, mas já está fazendo barulho no evento. Após uma vitória sobre o veterano Akiyama, Miná despachou mais um velhinho do MMA. Com uma joelhada voadora sensacional o paraíbano botou pra dormir o duríssimo Mike Pyle e se colocou a disposição dos Tops para uma luta futura. Como o brasileiro vem fazendo grande papel contra os veteranos eu colocaria mais um em seu caminho: Coté vs Miná para ver se podemos rotulá-lo de vez de Alberto “The Ancient Hunter” Miná.

LAS VEGAS, NV - JULY 07: Felipe Arantes of Brazil celebrates after his submission victory over Jerrod Sanders of the United States in their bantamweight bout during the UFC Fight Night event inside the MGM Grand Garden Arena on July 7, 2016 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Photo by Zuffa LLC/Getty Images

FELIPE “SERTANEJO” vs ANTHONY BIRCHAK

Como fez bem o peso-galo para o Sertanejo. Mais experiente, mais focado e bem confiante em todas as áreas do jogo, Felipe fez uma batalha disputada conta o Mini Hulk Jerrod Sanders e, mesmo mostrando falhas na parte de defesa de quedas, conseguiu uma bela posição no chão, finalizando o combate. Vou propôr uma luta entre Felipe e outro cara que venceu no evento: Anthony Birchak. Birchak também gosta da trocação e de dar show para o público, o que casa bem para o bom Muay Thai do brasileiro. Pode sair daí uma possível luta da noite de um próximo evento do UFC.

LAS VEGAS, NV - JULY 07: (L-R) Pedro Munhoz of Brazil secures a guillotine choke submission against Russell Doane of the United States in their bantamweight bout during the UFC Fight Night event inside the MGM Grand Garden Arena on July 7, 2016 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

Photo by Zuffa LLC/Getty Images

PEDRO MUNHOZ vs IURI “MARAJÓ”

O paulista Pedro Munhoz conseguiu mais uma bela vitória, encaixando uma guilhotina muito técnica em Russell Doane, que lhe valeu o bônus de performance da noite e um cheque de 50k de Obamas. Pedro vem em uma fase irregular, alternando vitórias e derrotas, o que é normal, já que ele vem enfrentando grandes nomes. E com performances como esta não tem como dar molezinha para o brasileiro e por isso casaria ele contra o ilustre filho da Ilha de Marajó, Iuri Alcântara. Marajó vem de derrota contra Jimmie Rivera, lutador duríssimo que também venceu Munhoz. Uma boa luta para ver qual dos dois pode almejar um top-10 em breve.

THE ULTIMATE FIGHTER 23 FINALE – JEDRZEJCZYK vs GADELHA

Por Luiz Guilherme “Logan”Mourão

Photo by Zuffa LLC/Getty Images

JOANNA JEDRZEJCZYK VS ROSE NAMAJUNAS OU KAROLINA KOWALKIEWICZ

Se Rose Namajunas não tivesse essa luta marcada, poderia ser considerada a desafiante natural. Já que ela pega uma dura lutadora que é a polonesa Karolina Kowalkiewicz nada mais justo que a vencedora dessa batalha seja a próxima desafiante de Joanna. E se a vencedora for a Karolina, imaginem a oportunidade de o UFC realizar um grande evento na Polônia entre as duas compatriotas.

Photo by bleacherreport.com

Photo by bleacherreport.com

WILL BROOKS VS  DUSTIN POIRIER

Will Brooks estreou com vitória com uma atuação regular, mas não convenceu. Penso que uma luta com Dustin Poirier é muito boa para os dois e para categoria. Se Will vencer estaria a uma luta do TS e ganharia moral dentro da divisão, no caso de Poirier seria a vitória que o colocaria no topo da divisão e tiraria a dúvida que surgiu sobre a sua capacidade após a derrota para Connor McGregor. De qualquer forma a categoria sairia com um futuro possível desafiante dessa luta.

 

Photo by ufc.com

Photo by ufc.com

DOO HO CHOI VS JEREMY STEPHENS 

Vindo de um começo avassalador no UFC o prospect coreano mostrou nessa última luta que pode ser alçado aos tops da categoria. A luta que quero ver é contra Jeremy Stephens. Em uma luta que tem tudo para ser violenta e sangrenta, e que caso Doo Ho Choi saia vencedor poderia virar um postulante a cinta. E o melhor, enfrentaria assim como ele, um trocador que não iria tentar lhe amarrar.

 

Photo by ufc.com

Photo by ufc.com

JOAQUIM SILVA VS JAMES KRAUSE

Depois de mais uma vitória espetacular e com retrospecto de 2-0 no UFC, é hora de Joaquim Silva pegar um lutador emergente na categoria. Pensei em James Krause que além de ser um excelente teste, também vem de duas vitórias. O vencedor ficaria apto a pensar em um confronto com um top 15 da categoria.

 

 

Photo by Zuffa LLC/Getty Images

GRAY MAYNARD VS BRIAN ORTEGA

Após se recuperar de uma série de derrotas em sua estreia nas categorias dos penas, penso que idade avançada não deixa perdemos tempo com ele. Apesar de não ter tido nenhuma atuação espetacular, penso que Gray Maynard tem que ter um desafio que diga o que podemos esperar dele ainda. Diante desse cenário minha sugestão seria o emergente Brian Ortega, que em caso de vitória poderia usar o nome de Maynard como uma “escada”.

 

 

 

Photo by ufc.com

Photo by ufc.com

MATHEUS NICOLAU VS ALI BAGAUTINOV

Em sua segunda luta Nicolau teve o ex-desafiante ao título John Moraga e conseguiu uma grande vitória, o que mostrou que sua ida aos pesos moscas muito acertada. Não querendo perder tempo com o brasileiro minha proposta seria uma luta com mais um ex-desafiante, o russo Ali Bagautinov. O Russo além de ser um lutador duríssimo, tem um estilo de jogo que iria ser um teste em tanto para o brasileiro.

 

Photo by ufc.com

Photo by ufc.com

CESAR “MUTANTE” FERREIRA VS CAIO “MONSTRO”

Vindo de duas vitórias seguidas no UFC onde apresentou um queixo mais resistente e movimentação que não o tem deixado o seu queixo mais tão exposto, pensei em uma luta que já foi marcada anteriormente e terminou sendo cancelada. Aqui Mutante teria um baita desafio para seu poder de absorção, e não pularia tanto o nível de seus adversários. Além do que uma luta que cairia muito bem no UFC Brasília que deverá ser realizado no mês de Setembro.

 

UFC 200 – TATE vs NUNES

Card Principal por André “Bicudo” Barbosa

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Amanda Nunes of Brazil reacts to her victory over Miesha Tate in their UFC women's bantamweight championship bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Amanda Nunes

Amanda atropelou a campeã Miesha Tate (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

AMANDA NUNES vs JULIANNA PEÑA

Que performance! Que surra! Amanda Nunes acabou com todas as suspeitas que recaiam sobre ela e de forma sensacional. Campeã incontestável da categoria, Amanda não terá vida fácil pela frente. As ressentidas ex-campeãs Ronda Rousey e Holly Holm com certeza já miram retomar o título que está em posse de Amanda. Ronda é um caso mais difícil pois muitos dizem que a estrela deva voltar só em 2017, por tanto Amanda teria tempo para pelo manos mais uma ou duas lutas antes de pegar a Rowdy. O caso deHolly é diferente e eu até acredito que caso ela vença Valentina, daqui

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Julianna Pena (right) punches Cat Zingano in their women's bantamweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Cat Zingano; Julianna Pena

Peña não empolgou, mas não teve trabalhos para despachar a favorita Cat Zingano (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

a duas semanas, deva ser ela a escolhida pelo UFC para essa disputa. Mas eu não gosto de lutas Title Eliminator onde apenas uma das possíveis vencedoras seria elevada a posição de contender, afinal, venhamos e convenhamos, Valentina não seria a melhor escolha para disputar a cinta, mesmo vencendo a Holm. Por isso eu vou de Peña, que, mesmo não enchendo os olhos dos fãs, desbancou Zingano e todo seu favoritismo na luta entre as duas. Julianna é uma lutadora que não tem um jogo completo, ainda precisa melhorar muito na parte em pé, mas alcançou um nível na luta agarrada que pode fazer frente a qualquer atleta da categoria. Carrapato de mão cheia e bastante agressiva no chão, Julianna seria a minha escolha pra enfrentar a Amanda, que está on fire. Uma bela luta e que pode elevar a vencedora ao status de ídola dentro do evento.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Brock Lesnar (top) punches Mark Hunt of New Zealand during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Brandon Magnus/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Brock Lesnar; Mark Hunt of New Zealand

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

BROCK LESNAR vs FEDOR EMILIANENKO

A Besta Encarnada voltou ao UFC, e parecia que ele dali nunca tinha saído. Pra mim, essa foi a melhor performance de Lesnar lutando MMA, que levantou a torcida de Las Vegas. Lesnar foi misterioso e quando perguntado se o veríamos de volta ao cage mais famoso do mundo ele não disse nem que sim e nem que não. Claro que a nossa torcida é para que ele continue no evento e, já que o assunto é imaginação, por que não contra o Último Imperador? Já imaginaram essa luta? Seria para parar o mundo! As notícia nos levam a crer que – finalmente! – Fedor está cada vez mais perto da organização e, como eu disse, não custa sonhar. Espero que o UFC possa realizar esse desejo e realizar esse combate épico.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (L-R) Amanda Nunes of Brazil kicks Miesha Tate in their UFC women's bantamweight championship bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Miesha Tate; Amanda Nunes

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

MIESHA TATE vs CAT ZINGANO 2

Mesmo com ambas saindo derrotadas do UFC 200, tanto Miesha Tate como Cat Zingano continuam ali no topo das melhores atletas da categoria e molezinha é uma coisa que eu não daria para nenhuma das duas. Então, por que não aproveitar esse Gap e fazer acontecer a revanche entre as duas? Miesha e Tate protagonizaram uma bela luta em 2013, que inclusive foi premiada com o bônus de Luta da Noite daquele evento. Eu acredito que elas podem repetir a bela atuação e, mesmo com ambas vindo de derrota, Tate vs Zingano 2 seria uma luta para capitanear qualquer evento de Fight Night ou On Fox no futuro.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (R-L) Mark Hunt of New Zealand punches Brock Lesnar in their heavyweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Brock Lesnar; Mark Hunt

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

MARK HUNT vs RUSLAN MAGOMEDOV

Hunt caiu frente ao Gigante Albino e acabou por dar passos atrás no ranking. Com muitas lutas casadas entre os Tops da categoria ficamos sem muitas opções para o Hunt pegar dentre aqueles que estão acima dele no ranking, o que nos faz olhar para aqueles que estão atrás. Tanto Browne quanto Lewis seriam boas opções para o retorno do Super Samoan, mas eu prefiro colocar esses dois se enfrentando no futuro do que enfrentando o Hunt.  Creio que o Hunt está naquela fase de receber os novos atletas e fazê-los provar se podem dar um próximo passo na categoria, seria fazer o papel conhecido como Porteiro da Categoria. Por isso creio que Hunt vs Magomedov seria a luta a ser feita no momento. Seria um promissor prospect contra um lutador super experiente, além de ser um duelo entre dois strikers, o que pode render um belo combate.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Daniel Cormier (left) reacts to his victory over Anderson Silva of Brazil (right) in their light heavyweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Daniel Cormier; Anderson Silva

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

DANIEL CORMIER vs vencedor de JOHNSON vs GLOVER

Em uma luta onde ele só tinha à perder, Cormier fez o suficiente para vencer Anderson Silva e manter sua sequência de vitórias. É claro e evidente que o ideal para DC era enfrentar seu arquirrival Jon Jones numa próxima luta, mas como não sabemos como ficará o futuro de Jones, após testar positivo em exame da USADA, temos que seguir em frente e dar ao campeão a luta mais dura possível na categoria. Com isso, nada mais justo, do que o vencedor de Glover vs Rumble ser o próximo da fila.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: UFC featherweight champion Conor McGregor (right) watches Jose Aldo of Brazil vs Frankie Edgar in their UFC interim featherweight championship bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Jose Aldo; Frankie Edgar; Conor McGregor

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

JOSÉ ALDO vs CONOR MCGREGOR 2

Para alguns a vitória do Aldo contra Frankie Edgar foi uma decisão clara. Para outros, o americano venceu o combate. Eu prefiro dizer que foi uma luta dura onde poderia ir para qualquer um. Mesmo assim, é inegável que Aldo fez uma bela apresentação, mesmo deixando a desejar no quesito agressividade, que era uma de suas grandes qualidades quando ele explodiu para o MMA mundial e que a alguns anos abandonou o jogo do brasileiro. Mas, enfim, vamos ao que interessa: não tem outra luta para ser feita na categoria dos penas agora que não seja McGregor vs Aldo 2. Que coloquem o mais breve possível o campeão linear contra o campeão interino e decidam o futuro da categoria mais travada da atualidade.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (L-R) Frankie Edgar kicks Jose Aldo of Brazil in their UFC interim featherweight championship bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Jose Aldo; Frankie Edgar

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

FRANKIE EDGAR vs MAX HOLLOWAY

Eu tinha casado o Holloway contra o vencedor de Aldo vs Edgar, devido a “ausência” do campeão em combates dentro da divisão. Mas Conor vs Diaz 2 não deve atrapalhar tanto assim a categoria, devido a proximidade dos evento. Também temos que levar em consideração que Aldo vs McGregor é fortíssima candidata a entrar no Card de NY e eu creio que é isso que vai rolar. Portanto nada mais justo do que colocar o perdedor de Aldo vs Edgar contra o Abençoado. Com os boatos de que o UFC pode fazer uma edição no Havaí em um futuro próximo, nada melhor do que Edgar vs Holloway para ser a luta principal do evento.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (R-L) Cain Velasquez punches Travis Browne in their heavyweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Cain Velasquez; Travis Browne

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

CAIN VELÁSQUEZ vs vencedor de MIOCIC vs OVEREEM

Perdi um bom tempo aqui neste casamento, isso porque fiquei tentando imaginar o que deve realmente acontecer com o Cain em seu próximo combate. Só que eu decidi colocar o que eu gostaria que viesse a acontecer e a minha vontade seria ver Velásquez disputando o cinturão com o campeão em Novembro, no MSG. Mas se vocês me perguntarem o que eu acho que vai acontecer eu daria outro palpite. Na minha opinião Cain deve enfrentar a Besta Negra Lewis no UFC Mexico City, no início de Novembro. Meio broxante, e isso tudo graças aos péssimos casamentos que o UFC promoveu recentemente entre os pesados. Eu, sinceramente, vejo que seria muito mais interessante ter casado Werdum vs Cigano 2 para decidir o próximo TS, dar o Rothwell para o Cain pegar no México e, vencendo, se credenciar bem para uma nova disputa de cinta. Massss… após alguns casamentos equivocados é isso que nos resta, em uma categoria rasa sem muitas opções.

UFC 200 – TATE vs NUNES

Card Preliminar por Luiz Guilherme “Logan”Mourão

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (L-R) Kelvin Gastelum punches Johny Hendricks in their welterweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Harry How/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Johny Hendricks; Kelvin Gastelum

Foto: Harry How/Zuffa LLC/Getty Images

 KEVIN GASTELUM vs vencedor de BROWN vs ELLENBERGER
O promissor Kevin Gastelum vem de uma excelente vitória, mas pela idade e o momento atual da categoria talvez seja o momento de segurar o garoto. Em cima disso, vejo a luta com o vencedor de Matt Brown e Jake Ellenberger perfeita para solidificar Gastelum e vê se realmente ele está pronto para desafiar o top 5 da categoria, confirmando que a vitória do último sábado não foi também influência da péssima forma física de Johny Hendricks. Lembrando que se o vencedor da luta entre Brown e Ellenberger for o “The Immortal” essa luta (Gastelum vs Brown) já foi marcada anteriormente e caiu por lesão.

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (L-R) Johny Hendricks punches Kelvin Gastelum in their welterweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Johny Hendricks; Kelvin Gastelum

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

JOHNY HENDRICKS vs DEREK BRUNSON
Primeiro de tudo, Johny Hendricks precisa voltar a se motivar e ser um atleta. A visão que tive na última luta foi de um Hendricks mal preparado, desmotivado e com sérios problemas de peso. Se eu fosse um executivo do UFC obrigaria Hendricks a subir e verificar por que o peso natural dele devia ser 77Kg, se ele para isso deveria ter uma vida de atleta. Como choque de realidade, cheguei a pensar no cubano Yoel Romero, mas fiquei com o também grande e bruto Derek Brunson. Uma luta onde acho que pode ser uma ação para acordar o ex-campeão para vida, que já vimos que motivado e bem treinado é lutador de topo de categoria (falo dos meio-médios).

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (R-L) TJ Dillashaw punches Raphael Assuncao of Brazil in their bantamweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Harry How/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** TJ Dillashaw; Raphael Assuncao

Foto: Harry How/Zuffa LLC/Getty Images

TJ DILLASHAW vs DOMINICK CRUZ 2
Depois de vingar sua derrota para Raphael Assunção, em uma luta onde foi bem dominante, o ex-campeão TJ Dillashaw garantiu sua revanche contra quem lhe tomou o cinturão. Em uma nova luta, acredito que Dominick Cruz vai ter que evoluir em alguns aspectos pois TJ virá bastante motivado.

_

_

_

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (L-R) Raphael Assuncao of Brazil punches TJ Dillashaw in their bantamweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** TJ Dillashaw; Raphael Assuncao

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

RAPHAEL ASSUNÇÃO vs ALJAMAIN STERLING
Não tendo feito uma má atuação, mas tendo sido derrotado pela velocidade de TJ Dillashaw, o brasileiro Raphael Assunção precisa se mostrar mais ativo dentro do UFC. Não perdendo tempo, vejo o possível confronto com Sterling como uma boa forma de se recolocar na rota do cinturão. Do lado de Sterling, poderia ser uma vitória que iria lhe devolver a confiança e hype de um atleta promissor, o que foi bastante prejudicado com a derrota para Caraway.

_

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (R-L) Joe Lauzon punches Diego Sanchez in their lightweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Diego Sanchez; Joe Lauzon

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

JOE LAUZON vs BENEIL DARIUSH
Vindo de uma boa vitória sobre o veterano Diego Sanchez, mas com um cartel bem irregular nas últimas lutas, vejo como uma boa luta o combate contra Beneil Dariush. Um confronto que tem tudo para ser bem emocionante, e deixa o vencedor bem posicionado na categoria dos leves.

_

_

_

_

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Gegard Mousasi of The Netherlands (top) punches Thiago Santos of Brazil in their middleweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Gegard Mousasi; Thiago Santos

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

GEGARD MOUSASI vs VITOR BELFORT
Vindo de três vitórias consecutivas, Mousasi precisa de um novo teste contra os tops do peso. A sugestão aqui é Vitor Belfort que vem de uma derrota para Ronaldo Jacaré mais é um dos grandes nomes da categoria. O vencedor ficaria bem cotado, e talvez a mais uma luta do TS.

_

_

_

LAS VEGAS, NV - JULY 09: (L-R) Gegard Mousasi of The Netherlands and Thiago Santos of Brazil shake hands after their middleweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Gegard Mousasi; Thiago Santos

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

THIAGO “MARRETA” vs RAFAEL NATAL
Tendo pego a luta com Mousasi com pouco tempo de preparação, Marreta não foi páreo para o experiente kickboxer. Para tentar voltar aos caminhos das vitórias sem se afastar do top 15 da categoria, ele pode pegar o compatriota Rafael Natal que teve sua sequência de 4 vitórias interrompidas por Robert Whittaker, e está uma posição acima no ranking. Uma luta onde o vencedor irá se manter no top 15 da categoria e poderá pensar em voos mais altos. E mais um confronto bom para o UFC de Brasília, que deve ocorrer em Setembro.

_

LAS VEGAS, NV - JULY 09: Jim Miller (top) wrestles with Takanori Gomi of Japan in their lightweight bout during the UFC 200 event on July 9, 2016 at T-Mobile Arena in Las Vegas, Nevada. (Photo by Harry How/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images) *** Local Caption *** Jim Miller; Takanori Gomi

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Getty Images

JIM MILLER vs KEVIN LEE
Para Jim Miller pensei em uma luta contra Kevin Lee. Lee que também venceu na semana, em cima do promissor Jake Matthews, precisa agora subir o nível de dificuldade enquanto que para Jim Miller que já se encontra na fase final da carreira resta o papel de testar os postulantes a entrar no top 15 da categoria.

_

_

_________________________________________________

Depois dessa overdose de lutas e eventos, podemos descansar? Não! Amanhã já tem UFC novamente e logo mais voltamos com a nossa coluna. Gostou? Não gostou? Tem outra sugestão de luta? Deixa aí nos comentários do site ou em nossas redes sociais que será um prazer interagir com vocês. Um grande abraço a todos, espero que tenham gostado.

Por André “Bicudo” Barbosa e Luiz Guilherme “Logan” Mourão

Instagram @andre_bicudo

Twitter @andre_bicudo

Para ficar por dentro das principais notícias do mundo da luta, siga nossos perfis no TwitterInstagram, e curta também a nossa página oficial no Facebook.

*O material acima representa a opinião pessoal do autor, não retratando necessariamente a opinião do BJJForum.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com