Home / Colunas / Grappling pelo mundo – Malla-Yuddha

Grappling pelo mundo – Malla-Yuddha

Malla-yuddha é uma forma de grappling tradicional do sul da Ásia surgida no que hoje é a Índia, Paquistão, Bangladesh e Sri-Lanka, está intrinsecamente ligado a outras formas de grappling do sudeste asiático, como o Naban.

Malla-yuddha se divide em quatro tipos, cada um leva um nome de um deus hindu e dos lutadores lendários: Hanumanti concentra a superioridade técnica, Jambuvanti utiliza bloqueios e submissões, Jarasandhi se concentra em quebrar extremidades e articulações e na Bhimaseni se concentra a força bruta.

A palavra malla (ou mall) significa lutador e yuddha significa combate. Originalmente malla era um título dado à um grande combatente ou à um rei.

 História

Malla yuddha tem uma história de mais de 6.000 anos.

O primeiro testemunho da palavra mallayuddha foi no épico Ramayana, no contexto de uma luta sem regras entre Vali e Ravana, o rei de Lanka, em que Vali derrotou Ravanna. O deus hindu Hanuman de Ramayana era considerado o deus do mallayuddha e outras artes de combate.

Outra menção de mallayuddha está no épico  Mahabharata, mencionando a luta entre Bhima e Jarasandha. Bhima é considerado menor e mais técnico malla na história da Índia.

Várias histórias de divindades lutando mallayuddha sao encontradas no folclore hindu, abaixo uma ilustração de Lord Krishna lutando com o demônio Kansa.

MALL-Yudhha-World-oldest-unarmed-martial-art1

A arte começou a declinar quado os mongóis dominaram a Índia no século 15. Eles favoreceram a arte persa pehlwani em detrimento da tradicional arte hindu. Isso ocorreu principalmente no norte. No sul a malla ainda era popular.

No século 17, Ramadasa, conhecido como pioneiro dos esportes na Índia, tentou promover a volta do mallayuddha na Índia viajando pelo país e pregando que os hindus deveriam prestar homenagem a Lorde Hanuman participando de lutas de mallayudha. Os guerreiros Maratha aderiram a causa e ofereceram um grande prêmio para um torneio de mallayuddha, assim acabaram por reviver a arte.

Durante o período colonial britânico pehlwani e mallayuddha acabaram se fundindo em uma nova arte chamada kushuti ou pehlwani (que você pode conferir aqui).

As regras

Tradicionalmente as lutas são disputadas em fossos de lama de 9 por 9 metros ou em um círculo com raio de 9 metros. Limpa-se o terreno de tocos e pedras e é jogado água na terra para que se forme uma lama e a terra fique macia para que os atletas não se machuquem com as quedas.

Antes das disputas é feito uma oração ao patrono do mallayuddha: Lord Hanuman, acende-se incensos e oferece-se flores para a estátua de Lord Hanuman, os lutadores então beijam a estátua e colocam as suas testas no solo para pregar respeito à mãe terra, também costumam passar terra pelo seus corpos.

MALL-Yudhha-World-oldest-unarmed-martial-art0

 

 

Originalmente era extremo e só acabava com a desistência do oponente, valendo socos, chutes, mordidas e imobilizações. A forma atual, mais esportiva, determina somente grappling e ganha quem imobilizar ou levantar o oponente do chão por 3 segundos.

fontes:

http://www.mallstuffs.com/Blogs/BlogDetails.aspx?BlogId=389&BlogType=Spiritual&Topic=MALL%20Yudhha-World%20oldest%20unarmed%20martial%20art

http://malyutham.blogspot.com.br/2016/03/malyutham-and-malla-yuddha-myhts-mixups.html?view=classic

http://indianmarshalarts.blogspot.com.br/2011/12/malla-yuddha.html

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com