Home / Competições / Felipe Preguiça quer ser o segundo atleta a ostentar dois cinturões do ACBJJ

Felipe Preguiça quer ser o segundo atleta a ostentar dois cinturões do ACBJJ

Fotos Thiago Maximo/ Divulgação

Embalado pela conquista do ADCC, Felipe Pena, o Preguiça, embarca nesta segunda-feira para Moscou, na Rússia, em busca de mais um título importante na temporada. Ele irá disputar no dia 9 de dezembro o GP sem kimono do ACBJJ (Absolute Championship Berkut Jiu-Jitsu) na categoria até 95kg. O faixa-preta de Jiu-Jitsu tentará conquistar seu segundo cinturão no evento, já que foi campeão do torneio sem kimono este ano.

“Será um GP bem difícil, como foi o outro que disputei. Tem grandes nomes no torneio, mas eu estou muito bem preparado e muito motivado. Venho embalado pela conquista do ADCC e dei continuidade no treinamento. Estou empolgado para esse GP. Já venci o torneio com kimono e, caso conquiste também o sem kimono, serei o único do evento a possuir os dois cinturões”, disse Preguiça.

O torneio contará com oito lutadores, entre eles os campeões mundiais Erberth Santos, Rodrigo Cavaca e o campeão do ADCC em 2011 Vinny Magalhães. Para faturar o título, Preguiça terá que vencer três oponentes. A estratégia ainda não foi traçada, já que o sorteio das chaves – que definirá o caminho que Preguiça irá pegar no torneio – só acontecerá na semana do evento. Apesar disso, o campeão do ADCC sabe o que precisa fazer para subir no lugar mais alto do pódio.

“O mais importante para um torneio como esse é estar bem treinado. Até porque as regras são de três à cinco rounds, então são lutas bem mais longas. Exigem mais do condicionamento físico. Estou bem condicionado e tecnicamente estou afiado também. Não sei como será a minha chave, assim que chegar lá e souber com quem eu vou lutar, vou poder montar melhor a minha estratégia”, declarou.

O ano de 2017 tem sido especial na carreira de Felipe Preguiça, que venceu praticamente todos os torneios que disputou. Por isso, o faixa-preta espera fechar o ano com mais uma grande conquista.

“Com certeza foi um dos meus melhores anos. Tudo o que disputei, eu ganhei, a não ser o Mundial da IBJJF. Mas fui campeão do World Pro de Abu Dhabi, do ADCC, ganhei o cinturão do ACBJJ de kimono… Lutei bastante esse ano e, com certeza, foi excelente. Espero fechar o ano com chave de ouro conquistando esse GP”, encerrou o casca-grossa.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com