Home / Colunas / A importância de manter a calma no Jiu Jitsu (e na vida)

A importância de manter a calma no Jiu Jitsu (e na vida)

Hoje falaremos sobre um aspecto importantíssimo para nós, praticantes da Arte Suave, seja nas competições, nas situações reais de rua ou simplesmente nos treinos: a calma.

A luta, de maneira geral, nos coloca em situações de confronto que tendem a levar nossos instintos a suplantar nosso raciocínio; a emoção sobrepujando a razão; a “sobrevivência” a qualquer custo. Dessa forma, a emoção e a adrenalina podem nos fazer tomar decisões precipitadas que vão nos levar à derrota. Por isso a calma é muito importante.

Não é nada fácil manter a calma estando atrás na contagem do placar ou com o adversário nas nossas costas tentando nos estrangular. Mas se não houver calma, mesmo nessas horas, vamos facilitar a vida do oponente. E isso definitivamente não é uma opção.

Para que tenhamos calma durante nosso combates, algumas dicas podem ser valiosas. A primeira delas é a concentração. Tenha sempre em mente tudo o que foi treinado na academia, lembre-se dos detalhes, das horas desgastantes de drills, dos diversos sacrifícios enfrentados até a hora do campeonato. Isso trará a segurança de que a parte mais difícil, que é o treino, já passou.

Analisar os possíveis adversários e discutir estratégias com o professor também é uma ótima dica. Conhecer os pontos fortes e pontos fracos do adversário é fundamental para traçar um gameplan consistente e, por consequência, mais segurança para enfrentar os combates.

Passe perrengue! Na academia, claro…

Treine o sufoco, passe pelo desconforto em cada treino. Como já dissemos outras vezes aqui na coluna, treinar estando em posições desconfortáveis e de sufoco refina nossa defesa e nos dá calma para pensar e escolher a melhor saída, diminuindo consideravelmente a possibilidade de errar.

Faça o “voo mental”.

Para quem porventura não saiba, voo mental é imaginar a luta, as situações que podem acontecer, os golpes que podem ser aplicados, mas sendo honesto consigo mesmo e dentro da sua realidade de treinos. O voo mental pode ajudar inclusive a antecipar determinadas posições que ocorrem no combate. A honestidade no voo mental evitará qualquer tipo de decepção na luta.

Outro fator fundamental para manter a calma é controlar a respiração. Cadencie a respiração para que seus batimentos cardíacos também mantenham-se controlados. Sem desespero, o raciocínio fluirá com muito mais facilidade.

E vale mais uma dica importante: além de bloquear o raciocínio, o excesso de adrenalina também consome o gás. Cansando rápido, fica mais difícil pensar e, assim, mais difícil de executar as estratégias, mais difícil reagir ou se defender, mais difícil de vencer.

Hora do treino e até a próxima!

Oss

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com