Home / Colunas / Coluna do Andrei: Como não ser surpreendido na luta

Coluna do Andrei: Como não ser surpreendido na luta

Como nós já conversamos aqui na coluna, seja lá por qual motivo você não possa treinar ou mesmo quando podemos estar na academia normalmente treinando, assistir aos treinos e lutas de campeonatos nos faz evoluir, nos ajuda a pensar melhor o Jiu-Jitsu.

Pensando melhor o Jiu-Jitsu, conseguimos nos manter preparados no que tange ao nosso próprio arsenal de técnicas e táticas. Mas, e quando nosso adversário no campeonato ou o nosso parceiro de treinos tira aquele coelho da cartola, executando algum movimento inesperado que nos deixa sem reação por preciosos segundos, infligindo-nos uma pontuação negativa ou uma finalização surpresa? O que fazer?

A primeira providência para não ser surpreendido pelo adversário é conhecê-lo. Observando nossos adversários, descobrimos os seus pontos fortes e pontos fracos, e isso pode ajudar bastante em uma competição ou mesmo nos treinos. Observar o adversário permite que executemos um “vôo mental”, planejando o caminho a percorrer para sobrepujá-lo, as posições mais adequadas para anular seu jogo preferido, deixando-o desconfortável e afastando as possibilidades de uma surpresa desagradável.

O hábito de observar o adversário, procurando suas falhas recorrentes, refina nossa visão de luta. Analise as lutas dos seus possíveis oponentes, que tipo de passagem de guarda mais os incomoda, que tipo de guarda os faz mais desequilibrados. Preste atenção nas pegadas que trazem dificuldades e nas posições que os deixam desconfortáveis, pois está aí a chave para fazê-los errar, para fazê-los ceder.

Outro artifício válido, mas desta vez somente para competições, é emular os jogos dos prováveis adversários na nossa academia, com nossos companheiros de treinos. Sob supervisão do professor/técnico, os parceiros de treinos, cada qual à sua característica, emula o jogo estudado e traz uma espécie de “ensaio” para o possível combate no campeonato, permitindo, na medida do possível, uma aplicação prática das observações e a construção de todo o plano tático e estratégico.

Para finalizar, a providência mais importante: o treino. Treine sempre, com o maior número de variantes de jogo e biótipos, orientado de perto pelo professor. A orientação superior é fundamental para a maximização do aproveitamento dos treinos e para a prevenção de lesões e excessos.

Concordam? Discordam? Vamos debater!

Curtam e usem: BJJFORUM @BJJFORUM #BJJFORUM

Hora do treino, até a próxima!

OSS

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com