Home / Colunas / Bola de Cristal / Bola de Cristal #6 – UFC Almeida x Garbrandt

Bola de Cristal #6 – UFC Almeida x Garbrandt

Salve Salve Galera do BJJForum!

Eventos no domingo (ainda mais sendo domingo a noite) costumam ser um pouco complicados para os fãs de MMA pois costumam acabar muito tarde e a segunda-feira de trabalho está logo ali esperando para sugar impiedosamente as suas energias. Mas como o evento é sediado nos EUA e por lá é o feriado do Memorial Day  vamos ter esse evento varando a madrugada do Domingão, mas ainda assim a maioria deve achar melhor do que não ter. Para você que não vai conseguir assistir a todo o evento, leia aqui antecipadamente o que vai acontecer no evento segundo as interpretações que nossos colunistas fizeram da bola de cristal.

Thominhas Almeida x Cody Garbrandt

André “Bicudo” Barbosa – Sinceramente, não consigo entender aqueles que falam que esta luta não deveria acontecer agora. Eu, como fã, e com a minha experiência como matchmaker, quero ver sempre os melhores se enfrentando e, de preferência, que ambos estejam no auge. E é isso que estamos prestes a presenciar neste Domingo: duas estrelas em ascensão medindo forças dentro do maior palco do mundo. Falar que teremos um show de trocação seria chover no molhado, já que o combate deve se desenrolar em pé. Falando com sinceridade, creio que esta é a luta para colocar o nosso Thominhas definitivamente no seleto grupo de homens mais temidos do mundo. Prevejo um americano um pouco mais cauteloso, sendo frustrado e obrigado a entrar no jogo insano de pura agressividade do brasileiro. Uma vez dentro deste território de carnificina, dificilmente Cody conseguirá sair ileso. Fico com Thomas Almeida por KO no 4º round.

Luiz Guilherme Mourão – Duelo de dois dos mais promissores lutadores do UFC. O brasileiro Thomas Almeida é um nocauteador nato, mas que apresenta algumas falhas na defesa de golpes que vem melhorando luta após luta. De outro lado Cody Garbrandt é mais uma promessa trazido do wrestler pelo Uriah Faber. Mas que apresenta um jogo em pé consistente e forte poder de nocaute. A dúvida aqui é se o wrestler de Cody será capaz de “amarrar” o brasileiro. Como a luta é de 5 rounds, a aposta é um nocaute do Brasileiro na parte final da luta. Thomas Almeida por nocaute no 4º round.

Mileto Neto – Me preocupa muito o fato do Thominhas sempre precisar sentir o gosto do próprio sangue antes de despertar na luta. Se não corrigir isso, algum dia ele acabará pagando caro por essa característica. Cody Garbrandt não é carta fora do baralho, mas ainda não acredito que será ele a bater o Brasileiro. Thomas Almeida KO 2º round.

Renan Barão x Jeremy Stephens

André “Bicudo” Barbosa – Renan Barão fez uma escolha para a sua carreira que, na minha opinião, vai nivelá-lo a outros lutadores que talvez não tenham o mesmo talento que ele. Pode ser que eu esteja errado, mas creio que a subida para os penas não deve favorecer o brasileiro. Stephens é um cara que dá gosto de ver lutando. Trata-se de um predador natural e seja quem for, que esteja na sua frente, acaba por virar uma presa para o americano. Acho que a luta não casa para o brasileiro e prevejo uma vitória do americano. Jeremy Stephens vence por KO no segundo round.

Luiz Guilherme Mourão – Renan Barão demorou, mas finalmente subiu para sua categoria real. O corte de peso drástico atrapalhava o brasileiro além de não ser nada saudável a longo tempo. Na sua estreia na nova categoria ele pega o experiente e perigoso Jeremy Stephens. Se for para trocação franca como prometeu, o brasileiro corre sério risco de cair. Mas como não acredito que ele irá fazer isso 100%¨durante a luta, a expectativa é caso a luta aperte em cima Barão leva a luta para o chão. Renan Barão por decisão.

Mileto Neto – Finalmente Barão subiu! E vai pegar um dos testes mais difíceis que poderia pegar nessa volta aos penas. Uma pulga atrás da orelha me manda apostar no Stephens, já que Barão pode ter o psicológico afetado (2 derrotas para Dillashaw + uma luta contra Mitch Gagnon que deu trabalho). Porém, acredito que Barão virá mais forte, e não terá pela frente a velocidade que TJ Dillashaw imprimia para vencer seus duelos. Barão finaliza no 2º round.

Tarec Saffiedine x Rick Story

André “Bicudo” Barbosa –  Luta bem parelha onde eu apostaria tranquilamente no Tarec “Safadinho”. Acredito que  belga tem um jogo ajustado para frustrar as quedas de Story e conseguir impor o seu kickboxing sensacional. Porém, Saffiedini passou por uma lesão no joelho que quase o tirou deste combate, o que me faz ficar ressabiado quanto a sua forma física. Com uma lesão no joelho, Tarec pode não ser páreo para o jogo de pressão do explosivo Rick Story. Mesmo com o americano vindo de um bom tempo parado, o que teoricamente equilibraria as coisas, dessa vez vou me deixar levar pelas recentes notícias. Rick Story vence por decisão dos laterais.

Luiz Guilherme Mourão – Uma luta onde Rick story tentará usar seu grappling para neutralizar a forte trocação que possui o belga Saffiedine. Já estava inclinado em apostar no americano, e a notícia da lesão  reforçou esse meu “achismo”.  Rick Story por decisão.

Mileto Neto – Ao contrário dos meus colegas, não compro muito essa história da lesão. Saffiedine foi liberado pelos médicos, e a lesão não passa de um corte que precisou de alguns pontos. Não vejo Story capitalizando em cima desse joelho, e Saffiedine precisa de uma boa atuação para apagar a má impressão deixada em sua última vitória. Apostando em um Story parado desde 2014 e sofrendo com o famigerado ring rust, vou de Safadinho, DEC

Vitor Miranda x Chris Camozzi

André “Bicudo” Barbosa – Difentemente de muitos, eu considero o Camozzi um cara bem duro. O americano está longe de ser um primor técnico e até no aspecto físico ele costuma deixar a desejar. Por outro lado, Camozzi não costuma se entregar facilmente e uma simples brecha Chris pode representar uma derrota. Confio muito no brasileiro, e em sua trocação fora do normal, mas já vi Vitor deixar a desejar no gás no passado, ou ser frustrado por não conseguir nocautear seus adversários. Vou ficar com o melhor momento do Vitão, mas deixo minhas ressalvas, caso ele não consiga definir a luta no início. Vitor Miranda vence por KO no segundo round.

Luiz Guilherme Mourão – Vejo aqui uma luta que deverá ser confronto de estilos, apesar da melhora cada vez maior de Camozzi na trocação. Acredito que o americano irá tentar fazer o jogo do abafa, enquanto o brasileiro irá tentar defender a queda e manter a luta na trocação. Brasileiro, que é um craque do muay thai, é minha aposta. Deve controlar a luta em cima e nocautear o americano no terceiro round. Vitor Miranda por nocaute no 3º round

Mileto Neto – Infelizmente, acredito que não será dessa vez que Camozzi se credenciará para fechar a trilogia contra Ronaldo Jacaré. Camozzi terá mais chances a medida que a luta se prolongue, mas confio no poder de nocaute de Vitor Miranda para trazer a primeira derrota por KO para Camozzi. Vitor Miranda KO2

Jorge Masvidal x Lorenz Larkin

André “Bicudo” Barbosa – Luta muito difícil de palpitar. Ambos são bem experientes e costumam trazer lutas bem duras para os fãs. Vou ficar com o Larkin pelo simples fato de achá-lo mais adequado fisicamente ao peso meio-médio. Lorenz Larkin vence por decisão unânime. 

Luiz Guilherme Mourão – Luta de difícil prognóstico. Larkin tem uma trocação melhor, mais diversificada e é mais rápido. Do outro lado Masvidal tem um bom boxe, maior punch e um jogo de wrestling ofensivo que pode decidir a luta. Masvidal deve abusar do seu wrestling vencendo por decisão, provável que dividida. Jorge Masvidal por decisão.

Mileto Neto – Gosto de ver as lutas do Lorenz “Carlton Banks” Larkin, como Renato Rebelo (Sexto Round) gosta de se referir ao americano. Ele, que já lutou até na LHW, mostrou que conseguiu fazer um bom corte de peso para a WW, e vem mostrando que mantém a força nessa categoria. Masvidal, no entanto, é um cara muito duro. Se não fosse o roubo para Al Iaquinta, estaria 6-1 nas últimas lutas. Ambos estão vindo de derrota em split decision, mas acho que Larkin terá um diferencial muito grande na força para não chegar até as papeletas. Larkin, KO 3

Paul Felder x Josh Burkman

André “Bicudo” Barbosa – O veterano Josh Burkman já não vive os melhores momentos de sua carreira, apesar de vir de uma vitória bem dominante contra KJ Noons. Felder vinha empolgando a todos os fãs, foi brecado ao pegar grandes desafios e se recuperou em luta muito boa contra Cruickshanck. Vejo uma luta entre um Burkman muito resistente e e um Felder que virá para atropelar, e escolho a agressividade do “Dragão Irlandês”. Paul Felder vence por KO no 1º round.

Luiz Guilherme Mourão –  Expectativa por uma boa luta. Vejo Paul Felder favorito por causa da melhor trocação que possui. Mas ele precisa estar 100% concentrado e evitar os lapsos que apresentou em algumas lutas para sair com a vitória. Em uma luta que deve ocorrer em pé, vitória de Paul Felder por decisão

Mileto Neto – Felder vem de boas apresentações, apesar das 2 derrotas nas ultimas 3 lutas. Mostra-se um lutador cada vez mais maduro, com uma curva de crescimento ainda na ascendente. Burkman, por sua vez, está cada vez mais próximo do final de sua carreira. No fundo, apesar de não ser impossível uma vitória para Burkman, acredito mais no potencial de evolução de Felder, que vai nocautear via algum golpe rodado. Felder, KO 1.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com