Home / Competições / ACBJJ World Championship: Kaynan Duarte conquista o absoluto. Estreantes brilham na faixa preta

ACBJJ World Championship: Kaynan Duarte conquista o absoluto. Estreantes brilham na faixa preta

Nesse domingo, Moscou foi palco da segunda edição do ACBJJ World Open Championship. O evento que, informalmente, é conhecido como o Mundial do ACBJJ, trouxe ótimos combates e mostrou uma nova geração que veio com muita gana e disposição. Com premiações de até cinco mil dólares, o evento teve uma boa presença de lutadores, porém algumas categorias contaram com muitos WO’s. Confira um resumo de cada categoria e do absoluto faixa preta.

Absoluto: Kaynan Duarte se recupera de revés na categoria, e conquista o absoluto

Kaynan Duarte (Atos) mostrou na Rússia o poder de superação já exibido no Europeu da IBJJF. Naquela ocasião, Kaynan havia perdido para Fábio Alano no peso, e devolveu a derrota no absoluto. Dessa vez, o atleta da Atos perdeu para Fellipe Andrew na final do peso e deu o troco na final do absoluto.

Para chegar na final, Kaynan derrotou o marroquino Seif-Eddine Houmine por 4×2 nas quartas de final. Na seminfianl, foi a vez de derrotar Hugo Marques (Soul Fighters) por finalização. Na finalíssima, o aluno de André Galvão e Paulo Ledesma derrotou Fellipe Andrew, que havia sido seu algoz em três ocasiões anteriores (Copa Podio, SP BJJ Pro e na final do peso), por 6×2.

Além do ouro, Kaynan faturou o prêmio de cinco mil dólares do ACBJJ, e provavelmente, pintará como contratado do evento nas edições de luta casada.

Categoria até 60 kg: Gabriel Sousa brilha em seu primeiro campeonato na faixa preta

Na categoria até 60 kg, Gabriel Sousa (ZR Team) foi o grande campeão do ACBJJ World Championship. O atleta da ZR Team não fez feio em seu primeiro campeonato como faixa preta, e na primeira luta, derrotou o experiente Hiago George (Cícero Costha) por 2×0, garantindo uma vaga na final. Na decisão, Gabriel enfrentou Lucas Pinheiro (Atos) e venceu-o na decisão dos juízes, garantindo o ouro e a premiação de dois mil e quinhentos dólares.

Categoria até 65 kg – Kennedy Maciel conquista seu primeiro ouro na faixa preta

Na categoria até 65 kg, Kennedy “Cobrinha Jr” Maciel chegou na faixa preta mostrando um excelente trabalho. Nos dois primeiros combates, Cobrinha derrotou dois antigos algozes: Pablo Mantovani (Atos) e Alex Sodré (Clube Feijão) foram derrotados pelo mesmo placar, 2×0. Na final, Cobrinha Jr enfrentou Victor Moraes (Cícero Costha), que havia se beneficiado da abertura na semifinal com seu companheiro de treinos, Paulo Miyao. O combate foi bem disputado, e Kennedy saiu vitorioso após abrir 4×2 no placar.

Categoria até 75 kg: Léo Lara confirma boa fase e fatura o ouro

Na categoria até 75 kg, Leonardo Lara (Atos / Almeida Jiu-Jitsu) segue a rotina de ótimos resultados em 2018. O aluno de Caio Almeida venceu a categoria até 75 kg após vencer três lutas. No primeiro combate, Lara derrotou Diego “Sem Noção” Ramalho (ZR Team) por 2×0. Na semifinal, Leo Lara derrotou Hugo Marques (Soul Fighters) na decisão dos juízes em uma luta duríssima. Na finalíssima, foi a vez de derrotar Sérgio Rios (NineNine) na decisão dos juízes.

Categoria até 85 kg: Gustavo Braguinha se sagra campeão em duas organizações

A categoria até 85 kg foi a que reuniu o maior número de atletas (dez no total). Nessa divisão, o vencedor foi Gustavo Braguinha (Atos), que unificou o ouro conquistado no Mundial da IBJJF, com o ouro conquistado no ACB World Championship. Para chegar ao lugar mais alto do pódio, Braguinha derrotou William Dias (Clube Feijão – Perth Martial Arts) na decisão dos juízes.

Na sequência, foi a vez de derrotar Lucas Figueiredo (Alliance) por 7×0. Na semifinal, Braguinha travou um ótimo duelo contra o suiço Phillipe Pomaski (Checkmat), e saiu vitorioso após abrir 2×0 no placar. Na grande final, Braguinha derrotou o experiente Charles Negromonte (Roger Gracie) por 7×0 e conquistou mais um ouro para a coleção, mostrando que a mudança para a Atos San Diego foi benéfica para a sua carreira.

Categoria até 95 kg: Fellipe Andrew brilha e conquista terceiro ouro seguido em um intervalo de um mês

Na categoria até 95 kg, Fellipe Andrew mostrou mais uma vez que chegou na faixa preta para escrever seu nome na história. O atleta da Zenith conquistou o terceiro título em um intervalo de um mês (Copa Podio, SP BJJ Pro e ACBJJ). O caminho até o ouro foi composto de dois combates. No primeiro combate, Andrew finalizou Helton José Júnior (Cícero Costha) e se qualificou para a final. Na final, encontrou Kaynan Duarte (Atos) e venceu por 2×0, repetindo o placar obtido na final da Copa Podio.

Categoria acima de 95 kg: Marroquino desbanca favoritos e conquista o ouro

Na categoria acima de 95 kg, o WO foi uma constante. Das quatro lutas agendadas na primeira fase, só uma aconteceu (Igor Tigrão x Gabriel Fedor). Além da ausência de atletas, a categoria contou com um resultado que ninguém estava esperando. O marroquino Seif-Eddine Houmine (GFTeam) surpreendeu os favoritos e se sagrou campeão do ACBJJ World Championship, evitando uma supremacia completa dos brasileiros na faixa preta.

Para conquistar o ouro, Houmine derrotou Rodrigo Ribeiro por 5×0 na semifinal. Na grande final, o marroquino enfrentou Igor “Tigrâo” Schneider e venceu o atleta da Brotherhood por finalização, garantindo o ouro da categoria e elevando seu nome para um patamar mais alto.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com