Home / Competições / ADCC: Análise da categoria acima de 99 kg

ADCC: Análise da categoria acima de 99 kg

A categoria acima de 99 kg sofreu muitas mudanças em seu elenco original. Alguns atletas tiveram que abrir mão por conta de lesão e as substituições não foram no mesmo nível das baixas. Entretanto, dentre os dezesseis nomes inscritos, temos ótimos nomes na disputa pelo ouro.

O principal favorito ao ouro é o atual campeão da categoria, Marcus Buchecha(Checkmat), que vai em busca do tricampeonato e do ouro no absoluto. Para tentar brecar o avanço de Buchecha, a categoria ainda tem nomes como: Yuri Simões (Caio Terra Association), Mahamed Aly (Team Lloyd Irvin), Kaynan Duarte (Atos) e Orlando Sanchez (Gracie Barra). Confira todos os atletas que disputarão a o título da categoria mais pesada do ADCC.

1 – Marcus Buchecha (Checkmat)

Forma de classificação: Atual campeão da categoria

Marcus Buchecha dispensa apresentações! Tricampeão do UFC e recordista de títulos mundiais na IBJJF,  o atleta da Checkmat vai em busca de ampliar ainda mais o seu legado dentro do ADCC.

2 – Eldar Rafigaev (Jungle BJJ)

Forma de classificação: Vencedor da primeira seletiva europeia

Figurinha comum do cenário europeu de Jiu-Jitsu, o Moldavo Elgar Rafigaev chega ao seu primeiro ADCC disposto a surpreender os adversários. Com um bom jogo de chaves de pé e calcanhar, Rafigaev fez seu camp para o ADCC na República Tcheca.

3 – Nick Rodriguez (Team Renzo Gracie)

Forma de classificação: Vencedor da primeira seletiva americana

Wrestler por natureza, Nick Rodriguez chega ao ADCC após nove meses de treinamento de Jiu-Jitsu. Com um jogo de quedas excepcional e explosivo, Rodriguez tem como trunfo a pujança física e a experiência como Wrestler. Um ponto negativo que pode depor contra o aluno de John Danaher, é a falta de experiência caso caia de costas para o chão.

4 – Antonio Braga Neto (Studio 092)

Forma de classificação: Vencedor da seletiva sul-americana

Após derrotar Gabriel Fedor na seletiva sul-americana, Braga Neto retorna aos holofotes no maior evento de submission do mundo. Após um período no MMA, onde fez ótimos combates que o credenciaram ao UFC, Braga Neto retornou ao mundo do Jiu-Jitsu disposto a repetir os feitos conquistados na década passada, onde era considerado um dos melhores pesos pesados do circuito.

5 – Mateusz Juskowiak (Murowana Goslina Team)

Forma de classificação: Vencedor da segunda seletiva europeia

Veterano do Jiu-Jitsu na Polônia e com experiência no MMA, Mateuz Juskowiak chega ao seu primeiro ADCC disposto a surpreender os adversários. Desconhecido do grande público, Juskowiak aposta no fator surpresa para avançar na competição.

6 – Yuri Simões (Caio Terra Association)

Forma de classificação: Atual campeão da categoria até 99 kg

Bicampeão do ADCC nas categorias até 88 kg e até 99 kg, Yuri Simões chega ao ADCC 2019 com a meta de fazer história e trnar-se o primeiro atleta a ser tricampeão do ADCC em categorias diferentes. Com um bom Wrestling e muita explosão jogando por cima, o atleta da Caio Terra Association é um dos principais nomes na disputa pelo título

7 – Orlando Sanchez (Gracie Barra)

Forma de classificação: Convidado

Campeão do ADCC e vice-campeão em 2017, Orlando Sanchez chega para mais uma edição do ADCC como um dos atletas mais fortes da categoria. Com um biotipo incomum para a categoria, e um ótimo jogo de quedas, aliado a uma base extremamente sólida, o atleta da Gracie Barra é pedreira para qualquer atleta que esteja frente a frente com ele na hora da luta.

8 – Roberto Cyborg (Fight Sports)

Forma de classificação: Convidado

Embalado pela conquista do GP NOGI da IBJJF, Roberto Cyborg vem disposto a repetir o triunfo obtido em Pequim, onde foi campeão absoluto e escreveu seu nome na história do evento. Com trinta e oito anos de idade, o Pantaneiro é um dos competidores mais experientes da competição, entretanto, como ele próprio fala, a idade é apenas um número.

9 – Jared Dopp (Alliance)

Forma de classificação: Convidado

Conciliando a carreira de Engenheiro com a carreira de lutador, Jared Dopp vem em busca de mais uma medalha no ADCC. Em 205, quando ainda era um faixa marrom, o americano de Minneapolis foi vice campeão da categoria acima de 99 kg após perder para Orlando Sanchez em uma luta que durou quarenta minutos.

10 – Kaynan Duarte (Atos)

Forma de classificação: Convidado

Muita coisa mudou desde que Kaynan estreou no ADCC em 2017. Faixa marrom recém-graduado na época, o faixa preta de André Galvão disputava um lugar ao sol na categoria até 88 kg. Atualmente, Kaynan é um dos principais faixas pretas no circuito mundial, e alinha um ótimo jogo de guarda, com um jogo dinâmico de passagens de guarda. Com essas qualidades, Kaynan pode ser apontado como uma das principais ameaças ao domínio de Marcus Buchecha.

11 – Victor Hugo (Ribeiro Jiu-Jitsu)

Forma de classificação: Convidado

Recém-graduado faixa preta, Victor Hugo chega ao seu primeiro ADCC com boas chances para ser a surpresa da categoria. Com uma ótima guarda e uma agilidade acima da média para um pesadíssimo, o principal enigma sobre Victor Hugo é o seu jogo de quedas e a sua adaptação ao ADCC, que é diferente de qualquer outra competição de Jiu-Jitsu.

12 – Mahamed Aly (Team Lloyd Irvin)

Forma de classificação: Convidado

Dois anos se passaram desde a estreia de Mahamed Aly no ADCC. Desde então, o carioca radicado na Virginia evoluiu exponencialmente, tanto na parte física, quanto na parte de quedas. Esse ano, Mahamed fez seu camp na Fight Sports, junto com Roberto Cyborg, Patrick Gaudio e outros grandes nomes.

13 – John Hansen (Vaghi Axios BJJ)

Forma de classificação: Convidado

Convidado para substituir Dennis Roberts, John Hansen chega ao ADCC sem muitas chances de pódio. Sem um grande histórico de bons resultados, o atleta americano vai apenas compor o plantel de postulantes ao título da categoria acima de 99 kg.

14 – Eliot Marshal (Easton Training Center)

Forma de classificação: Convidado

Com passagens pelo UFC e outros eventos de MMA, Eliot Marshal vai para a disputa do ADCC sem pressão. Veterano de eventos de Grappling nos EUA, o norte-americano chega como Franco-Atirador no maior evento de luta agarrada no mundo.

15 – Max Gimenis (GFTeam)

Forma de classificação: Convidado

Convidado de última hora para substituir o atleta do UFC, Antonio Cara de Sapato Jr, Max Gimenis chega embalado após a conquista do Pan Nogi da IBJJF no início do mês. Com um bom jogo de passagens de guarda e uma guarda regular, o atleta da GFTeam quer colocar água no chopp dos favoritos da divisão

16  – Hudson Taylor (Marcelo Garcia)

Faixa roxa de Marcelinho Garcia e com um vasto histórico no Wrestling universitário. Hudson Taylor chega para substituir um dos principais nomes da categoria, João Gabriel Rocha. Taylor foi considerado um All-American Wrestler pela Universidade de Maryland, possuindo um dos recordes de encostamento na NCAA. O problema para o americano será o pouco tempo de preparação para o evento.