Home / Destaques / Erick Raposo vibra com as conquistas dos pupilos nos EUA: “Como professor é maravilhoso”

Erick Raposo vibra com as conquistas dos pupilos nos EUA: “Como professor é maravilhoso”

Faixa-preta da Soul Fighters, Erick Raposo é um dos principais representantes da equipe no cenário norte-americano de Jiu-Jitsu. Aos 33 anos, o atleta concilia a vida de professor com a de lutador profissional, além de arbitrar em alguns eventos nos EUA.

De olho no Mundial Master que acontece no próximo mês em Las Vegas, Erick analisou a sua participação recente no American Nationals:

— A importância de medalhar no Nationals é muito grande, ano passado fiquei muito feliz que ganhei, já esse ano esperava uma performance melhor, tanto com, quanto sem kimono. Mesmo perdendo de kimono medalhar dá um incentivo para o Mundial, fiz boas lutas, me dá um gás legal para continuar os treinos. Estou no caminho certo, só preciso corrigir alguns detalhes e vamos pra luta!

Responsável por afiar o jogo de chão de vários atletas na JM Modern, parceira da Soul Fighters, Erick vibrou com as conquistas recentes do time situado em Lousiana. Professor de  jovens e adultos, Erick tem visto de perto seus pupilos conquistando inúmeras medalhas nos EUA, assim como foi no New Orleans Opens, e mais recentemente no Nationals:

— Como professor é maravilhoso ver todo o trabalho que você fez dando frutos como no Nationals. Não levei muitos alunos, fui com apenas 3 e mesmo assim faturamos 4 medalhas de ouro, duas pratas e uma de bronze. Foi bem legal ver essas conquistas deles, o sentimento de alegria é até maior do que quando ganho (risos).

Além das recentes conquistas, Erick Raposo ainda faturou o Dallas Spring esse ano, além ter ficado com a medalha de bronze no Austin Winter no início de 2019. Natural do Rio de janeiro, o carioca já reside nos Estados Unidos há alguns anos, onde tem ajudado Bruno “Tank” e toda a equipe Soul Fighters a ganhar cada vez mais território no circuito norte-americano de Jiu-Jitsu.

— A Soul Fighters só está crescendo, aqui no sul dos Estados Unidos estamos evoluíndo bastante. Na Lousiana estamos só há 3 anos e já estamos brigando de igual pra igual com todo mundo. Em qualidade já estamos melhor, mesmo estando em menor número, brigando com academias com mais de 15 anos, portanto, é questão de tempo para começarmos a levar tudo — finalizou o faixa-preta.

Próxima grande competição de Erick Raposo, o Mundial Master de Jiu-Jitsu vai acontecer entre os dias 24 e 26 de agosto, e vai reunir alguns dos maiores atletas da modalidade no planeta.