Home / Competições / Resumo do final de semana: BH Open, NY BJJ Pro e Subversiv 2

Resumo do final de semana: BH Open, NY BJJ Pro e Subversiv 2

Os destaques do final de semana foram os eventos da CBJJ/IBJJF. No Brasil, tivemos mais uma edição do Belo Horizonte Open, que movimentou o cenário nacional. Nos Estados Unidos, a IBJJF promoveu mais uma edição do NY Pro, que premiou os campeões com uma quantia de US$ 4.000 dólares. Na Costa Oeste, a IBJJF promoveu o Portland Open.

Além dos eventos da IBJJF, tivemos a segunda edição do Subversiv 2, evento promovido por Seth Daniels, entusiasta do Jiu-Jitsu e dono da F2W Promotions. Confira um resumo do final de semana.

BH Open: Fernando Reis brilha mais uma vez e conquista mais um ouro duplo

Em Belo Horizonte, o Ginásio do Mineirinho recebeu mais uma edição do BH Open. No sábado, o principal destaque ficou para Fernando Reis (Alliance), que um mês após de conquistar o ouro duplo do Rio Winter Open, repetiu o feito em Belo Horizonte. No peso pesado, Fernando fechou a categoria com o seu parceiro de treinos Caio Paganini (Alliance), garantindo assim o primeiro ouro do dia.

No absoluto, Fernando iniciou a sua jornada vencendo Fernando Camolês (Demian Maia Jiu-Jitsu). Nas quartas de final, Fernando contou com a colaboração do seu parceiro de treinos, Flávio Junqueira, que abriu passagem para Fernando chegar na semifinal. Na luta semifinal, o atleta da Alliance venceu Léo “Botinha” Gonçalves (Cícero Costha) e avançou para a final contra Otávio Nalati (Guigo Jiu-Jitsu), que havia derrotado Caio Paganini no outro lado da chave.

Na final, Fernando Reis conseguiu lidar com a diferença de peso, neutralizando as tentativas de queda por parte de Tatá. No final, Fernando saiu vitorioso e garantiu mais um título absoluto no segundo semestre. Confira os outros vencedores do BH Open no sábado.

Pluma: Wesley Santos (Alliance)

Pena: Alexandre Vieira (BTT)

Leve: Gabriel Figueiró (Alliance)

Médio: Hugo Marques (Soul Fighters)

Meio-Pesado: Marcos Petcho (Barbosa B9)

Pesado: Fernando Reis e Caio Paganini fecharam para a Alliance

Super-Pesado: Vitor Toledo (Atos)

Pesadíssimo: Fernando Camolês (Demian Maia Jiu-Jitsu)

NOGI: Marcos Petcho e Léo Botinha fecham o absoluto

No domingo, os atletas retornaram ao Mineirinho para as disputas do BH Open Nogi. O principal destaque ficou para a dupla Marcos Petcho (Barbosa B9)  e Léo Botinha (Cícero Costha). Os dois atletas fecharam o absoluto e conquistaram o ouro nas suas respectivas categorias.

NY Pro – Doederlein, Maurício Oliveira, Tim Spriggs e Max Gimenis faturam o ouro e premiação de quatro mil dólares

No sábado, o Nat Holman Gym recebeu centenas de atletas para mais uma edição do NY BJJ Pro, evento da IBJJF que premia os campeões com uma quantia de quatro mil dólares. Apesar da premiação em dinheiro, o evento não teve uma adesão muito grande por parte dos atletas.

No peso pena, Isaac Doederlein (Alliance) confirmou o favoritismo e derrotou Richar Nogueira (Sharpen Iron Academy) na final. Com a vitória, o aluno de Cobrinha conquistou a premiação de quatro mil dólares e agora já pensa no próximo desafio, que será no Abu Dhabi King of Mats, ainda nesse mês de julho.

Peso Médio: Maurício Oliveira derrota Levi-Jones Leary e fatura premiação

Após um longo período de inatividade, Maurício Oliveira (GFTeam) retornou às competições com o pé direito. O faixa preta da GFTeam venceu o peso médio do NY Pro após vencer nada mais, nada menos, que o atual Campeão Europeu e Pan-Americano, Levi-Jones Leary (Unity). Com o resultado, Maurício lembrou o grande o público o quão habilidoso ele é, e o quanto ele pode adicionar de qualidade para uma categoria recheada de grandes talentos.

Peso Pesado: Em um duelo Norte-Americano, Tim Spriggs vence Devhonte Johnson

No peso pesado, o destaque foi Tim Spriggs (Team Lloyd Irvin), que venceu Devhonte Johnson (Unity) e conquistou o título da categoria. Durante o campeonato, Tim mostrou um perseverança fora do comum e lutou o campeonato inteiro com um dedo da mão direita fraturado. Mesmo com essa limitação, o aluno de Lloyd Irvin mostrou que é um adversário duro para a maioria dos pesos pesados do mundo.

Pesadíssimo: Max Gimenis confirma o favoritismo e conquista o bicampeonato do NY BJJ Pro

No pesadíssimo, Max Gimenis (GFTeam) confirmou o favoritismo e faturou o bicampeonato do NY BJJ Pro derrotando Vinícius Trator (Alliance). Com o resultado, Max levou pra casa a premiação de quatro mil dólares.

Subversiv 2: Geo Martinez finaliza João Miyao e garante vitória para time de Eddie Bravo

Los Angeles recebeu a segunda edição do Subversiv, evento promovido por Seth Daniels que tem como foco principal, a disputa entre times pré-estabelecidos. Nessa edição, o confronto principal foi entre o time 10th Planet Jiu-Jitsu, composto pelos alunos de Eddie Bravo, contra o time Red Bowie, composto por atletas que são patrocinados pela marca de CBD, que possui grande atuação no mercado. O time 10th Planet Jiu-Jitsu venceu a disputa por 4 x 1, confira os resultados

Geo Martinez (10th Planet) venceu João Miyao (Red Bowie) por finalização (Mata-leão) na prorrogação

DJ Jackson (Red Bowie) venceu Ruben Rivera (Red Bowie) no desempate (Escapada mais rápida)

Kyle Chambers (10th Planet) venceu Ronaldo Júnior (Red Bowie) no desempate (Escapada mais rápida)

Kyle Boehm (10th Planet) venceu Gabriel Almeida (Red Bowie) por finalização (Mata-leão) na prorrogação

Elvira Karppinen (10th Planet) venceu Pati Fontes (Red Bowie) por finalização (Chave de calcanhar)

Outros destaques

Além das disputas entre times, o Subversiv trouxe várias lutas de Jiu-Jitsu em seu card. Dentre os faixas pretas, os principais destaques foram Kauan Barboza e Cleber “Tomadinha” Luciano.

Representando a Checkmat, Kauan venceu Fábio Trindade (Gracie Barra) por finalização (estrangulamento) e faturou o prêmio de finalização da noite. Confira o vídeo abaixo:

Já Cleber “Tomadinha” venceu Peter Khan (Art Of Jiu-Jitsu) e mostrou que os competidores masters tem muito Jiu-Jitsu para entregar em eventos profissionais.