Home / Competições / SP BJJ Pro: Confira os campeões na faixa marrom e preta

SP BJJ Pro: Confira os campeões na faixa marrom e preta

Nesse domingo, foi a vez dos faixas marrons e dos faixas pretas entrarem em ação no SP BJJ Pro. Apesar do evento oferecer premiação para os campeões na faixa preta, os atletas não aderiram e as categorias não contaram com um número satisfatório de atletas. No masculino, os destaques ficaram para as atuações de Cléber Clandestino (Atos / Almeida Jiu-Jitsu), Fellipe Andrew (Zenith) e Wellington Alemão (Brotherhood). Já no feminino, o absoluto foi fechado por Carina Santi (G13) e Bia Basílio (Atos / Almeida Jiu-Jitsu).

Na faixa marrom, Luiz Paulo Medeiros (Alliance / DreamArt Project) e Henrique Nóbrega (E.O.F.C Integração – Santos) foram os destaques no masculino. No feminino, Yara Soares (Guigo Jiu-Jitsu) confirmou o favoritismo e conquistou o absoluto. Confira tudo que rolou nesse domingo de competições.

Faixa preta masculino

Peso Pena: Cleber Clandestino confirma favoritsmo e vence o SP BJJ Pro

Entre os penas, Cleber Clandestino (Almeida Jiu-Jitsu / Atos) confirmou a boa fase e faturou o ouro. Nas quartas de final, Clandestino venceu Alex Sodré (Nova União) por WO. Na semifinal, o aluno de Caio Almeida venceu Bebeto Oliveira (GFTeam) e avançou para a final da categoria contra Leandro Lima, que em uma chave com três lutadores da mesma equipe (Cícero Costha), foi o escolhido para ir à final. Na final, Clandestino impôs o seu jogo e venceu o combate por 6 x 0, faturando o ouro e a premiação de R$ 4.900,00.

Peso Médio: Após quatro lutas, Wellington Alemão se torna campeão do SP BJJ Pro

Dentre todas as categorias na faixa preta, o peso médio era a categoria com mais atletas inscritos. O grande destaque da categoria foi Wellington Alemão (NS Brotherhood), que superou quatro adversários e faturou o título. No primeiro combate, Alemão superou Caio Rigante (Alliance). Nas quartas de final, o atleta da Brotherhood venceu o vice campeão brasileiro no peso leve, Matheus Costa (GFTeam), e avançou para a semifinal contra seu companheiro de academia, Igor Veríssimo.

Na semifinal, Igor abriu passagem para Alemão, que avançou para a final contra Alexandre de Jesus (Calasans / Atos). Na final, em uma luta bem disputada, Alemão venceu na decisão dos juízes e faturou a premiação de R$ 4.900,00.

Peso Pesado: Após se sagrar campeão americano, Fellipe Andrew vence Fernando Reis e conquista ouro no SP Pro

Fellipe Andrew (Zenith) não deu chances para os adversários e faturou o ouro entre os pesados. O aluno de Rodrigo Cavaca foi baia na chave e já entrou na semifinal da categoria, onde venceu Felipe Pinheiro (Qatar BJJ). Na final, Fellipe enfrentou Fernando Reis (Alliance) e reeditou o confronto final do Curitiba BJJ Pro, que rolou em maio. Assim como em Curitiba, Fellipe Andrew venceu Fernando Reis nas vantagens e faturou o ouro.

No pesadíssimo, Igor Tigrão (NS Brotherhood), Duzão Lopes (Guigo Jiu-Jitsu) e Renan Vieira (Brotherhood) fecharam a categoria mesmo sendo de equipes diferentes.

Feminino: Carina Santi e Bia Basílio fecham a categoria

No feminino, o BJJ Pro contou com apenas cinco atletas inscritas. Os destaques foram Bia Basílio (Almeida Jiu-Jitsu / Atos) e Carina Santi (G13), que fecharam a categoria após vencer Graciele Del Fava (Barbosa Jiu-Jitsu) e Sábatha Laís (Ryan Gracie Team) respectivamente.

Absoluto faixa marrom leve: Luiz Paulo Medeiros conquista ouro duplo

Em sua estreia na faixa marrom, Luiz Paulo Medeiros (Alliance / DreamArt Project) teve uma atuação de gala e faturou o peso leve e o absoluto leve. Na final da categoria, o atleta do projeto de Isaque Bahiense venceu Everton de Freitas (Núcleo Jiu-Jitsu) e faturou o primeiro ouro do dia. No absoluto, Luiz Paulo venceu Júlio Arantes (Qatar BJJ) e faturou o ouro duplo. Junto com as medalhas, o atleta do DreamArt Project levou novecentos reais para casa.

Absoluto faixa marrom pesado: Henrique Nóbrega conquista ouro duplo

Entre os pesados, o grande nome foi Henrique Nóbrega (E.O.F.C Integração – Santos) que foi campeão da categoria meio-pesado e do absoluto pesado. Na categoria meio-pesado, Henrique venceu Bruno Dias (Barbosa Jiu-Jitsu B9) e garantiu o primeiro ouro do domingo. No absoluto, o Santista fez três lutas no total. Na grande final, Henrique venceu Marlon Godoy (Bonsai Jiu-Jitsu) e faturou o prêmio de novecentos reais.

Feminino faixa marrom: Yara Soares confirma favoritismo e fatura absoluto

No feminino faixa marrom, Yara Soares confirmou o favoritismo e faturou o título do absoluto. atual campeã mundial absoluto na faixa marrom, Yara venceu Raiane dos Santos (Gracie Barra) e conquistou a premiação de novecentos reais. Com o resultado, Yara consolida-se como o principal nome da faixa marrom no feminino.