Home / Colunas / BJJF Entrevista / Faixa roxa da Atos, Conner Deangelis compartilha decisão de construir e morar em van para se focar nos treinos

Faixa roxa da Atos, Conner Deangelis compartilha decisão de construir e morar em van para se focar nos treinos

Conner e sua van! 🙂

Quanto vale os seus sonhos e o que você faria para conquistá-los? Faixa roxa da Atos Jiu-Jitsu, Darin Conner Deangelis saiu da casa dos pais em Greenville, Carolina do Sul nos Estados Unidos, para morar em San Diego, na Califórnia, sozinho. E de um jeito totalmente diferente do que estamos acostumados: ele construiu uma van.

Deangelis começou a treinar jiu-jitsu aos 16 anos com o professor Rafael Rosendo, da Alliance e aos 18, optou por sair de casa para correr atrás de seus objetivos.

“Eu tive total apoio dos meus pais, que foram muito felizes em me ajudar”, contou. Sua chegada a San Diego se deu com a ajuda de Dominique Bell, faixa preta e professor da Atos. “Ele era meu amigo quando eu morava na Carolina do Sul e foi para a Atos, teve muito sucesso e pensei que eu poderia ir para lá também”, disse.

Após um tempo morando por lá, ele passou a dividir uma casa com Keenan Cornelius. Durante o período, ele ajudava o “roommate” a administrar o KeenanOnline.com. Mas entre treinos, campeonatos e responsabilidades, acabou ficando inviável manter-se pela cidade, já que o custo de vida era muito alto.

Por conta disso, apesar do grande sucesso nas temporadas de competições, tanto na faixa azul quanto na faixa roxa, ele teve que voltar para Greenville. “Vendi meu carro para o Lucas Barbosa [Hulk] e, por sorte, tenho ótimos amigos, que me deixaram guardar algumas coisas por aqui, o que tornou a volta para casa um pouco mais fácil”, disse.

O início de tudo

De volta para o seu estado, ele aproveitou para agendar duas cirurgias pendentes e, neste meio tempo de recuperação, surgiu a ideia de construir a própria van: uma casa para chamar de dele! Assim, não precisaria gastar dinheiro pagando um aluguel.

“Eu sabia que não poderia viver em San Diego por muito mais tempo, jogando dinheiro fora para pagar o aluguel de um quarto todo mês, então a van me pareceu a melhor ideia”, contou.

Foto: Lisa Albon

A construção da nova casa demorou 4 meses, “de altos e baixos”, segundo o atleta. Para isso, ele contou com a ajuda do irmão e um amigo do pai. “Foi um longo processo: encontrar a van certa, as partes certas e então fazer a parte mais difícil. É assustador perfurar um veículo, principalmente quando é a primeira vez que você está fazendo isso”, disse.

Com a van pronta e recuperado das cirurgias, Conner voltou a San Diego e lá está, morando novamente há cerca de duas semanas, vivendo a sua vida sem pagar aluguel. Atualmente, ele está se preparando para vencer o título mundial na faixa roxa, que não veio no ano passado e mira algo muito além do topo do ranking da IBJJF: “Meu objetivo na faixa roxa é vencer o Mundial esse ano, que infelizmente fiquei em segundo lugar no ano passado, mas vou arrumar isto e então, conquistar minha faixa marrom”.

Deangelis está se dedicando 100% ao jiu-jitsu e ainda se adaptando com as mudanças que sair do conforto de uma casa comum, ao lados dos pais, acarreta: “É um estilo de vida muito diferente, porque você está muito sozinho, mas a vida definitivamente tem seus benefícios”, falou o faixa roxa, e completou – “Meu foco é apenas treinar e melhorar meu jiu-jitsu”.

E onde exatamente Conner passa suas noites? “Eu gosto de estacionar a van em uma rua ao lado da academia para que eu possa acordar e ir treinar, sem pensar se eu devo ou não ir para lá”, contou.

O lar de Conner

Para sobreviver, ele intercala a vida de treinos e preparação física dando aulas particulares e pequenos seminários, o que o ajuda financeiramente, além de participar de campeonatos que pagam premiação em dinheiro. Ele também conta com ajuda dos pais e alguns patrocinadores para compor a renda mensal.

Defendendo a categoria adulto pesado durante a temporada de 2018, seus principais títulos foram o Campeonato Europeu e double gold no Pan-Americano, além de ter ficado com o título do Mundial Sem Kimono e vice no absoluto, em 2017.

Este ano, Conner e sua van estarão presentes na Walter Pyramid em Long Beach, a partir do dia 29 de maio, para a disputa do Mundial. Além do sonhado título do faixa roxa, ele pode somar pontos importantes para que a Atos de André Galvão se torne campeã mundial pela terceira vez consecutiva. Mais um grande nome para ficar de olho!