Home / Competições / UAEJJF World Pro 2019 – Confira tudo sobre o evento

UAEJJF World Pro 2019 – Confira tudo sobre o evento

A UAEJJF chega ao final da temporada 2018-2019 com mais uma edição do World Pro. Seguindo o formato dos anos anteriores, o World Pro só contará com no máximo dois atletas de cada país por categoria, sendo que uma vaga é concedida através da performance no ranking anual da federação, e a outra vaga será através da qualificatória que acontecerá na próxima quarta-feira.Essa mudança tornou o World Pro mais global, porém, afastou uma gama de atletas de topo, como: Marcus Buchecha, Leandro Lo, Lucas Lepri e muitos outros.

Ao contrário do ano passado, quando Igor Silva já chegou ao World Pro como virtual campeão do Ranking Anual da UAEJJF, esse ano a disputa pelo prêmio está bem aberta, com quatro nomes na disputa. Gabriel Sousa (ZR Team), Diego “Sem Noção” Ramalho (ZR Team), Ricardo Evangelista (Commando Group) e Adam Wardzinski (Checkmat) ocupam as quatro primeiras posições respectivamente. No feminino, se Gabrielli Pessanha (Infight) vencer o World Pro, ela garantirá o primeiro lugar geral na temporada 2018 – 2019.

Confira um guia sobre todas as categorias do World Pro, desde as etapas qualificatórias, até as chaves principais:

Masculino 56 kg:

Atual campeão: José Carlos “Cocó” (GFTeam)

Representante pelo ranking: Hiago George (Cícero Costha)

Eliminatória: Com cinco brasileiros inscritos na eliminatória, três nomes surgem como potenciais favoritos na disputa. Cleber Clandestino (Almeida Jiu-Jitsu), Bebeto Oliveira (GFTeam) e José Carlos “Cocó” (GFTeam) prometem ótimos combates na busca pelo lugar na chave principal.

Chave principal: Com cinco nomes inscritos, o vencedor da categoria até 56 kg será aquele que conquistar o maior número de vitórias. Dentre os quatro nomes já garantidos na chave principal, Hiago George (Cícero Costha) aparece como franco favorito ao título.

Masculino 62 kg:

Atual campeão: João Miyao (Cícero Costha)

Representante pelo ranking: Gabriel Sousa (ZR Team)

Eliminatória: Com nove atletas inscritos, os favoritos ao lugar na chave principal do World Pro são: João Miyao (Cícero Costha) e Pablo Mantovani (Atos)

Chave principal: Com uma chave direcionada para não haver uma final “brasileira”, a categoria até 62 kg terá uma final antecipada na semifinal, quando Gabriel Sousa enfrentará o vencedor da eliminatória brasileira. Quem vencer esse duelo, provavelmente enfrentará o mexicano Alexis Alduncin (Renzo Gracie México) na final.

Masculino 69 kg:

Atual campeão: Paulo Miyao (Cícero Costha)

Representante pelo ranking: Jorge Nakamura (GFTeam)

Eliminatória: Dentre os nove atletas inscritos, o atual campeão Paulo Miyao (Cícero Costha) é o principal favorito ao posto de representante brasileiro na chave principal do World Pro.

Chave principal: Em uma chave extremamente desequilibrada, a categoria até 69 kg reuniu em um lado da chave, nomes como: Isaac Doederlein (Alliance), Jan Buatim (NS Brotherhood), Jorge Nakamura (GFTeam) e o representante brasileiro oriundo da fase eliminatória. Já do outro lado, há apenas representantes de países com tradição zero no Jiu-Jitsu, como: Colômbia, Argentina e Costa Rica.

Masculino 77 kg:

Atual campeão: Espen Mathiesen (Kimura)

Representante pelo ranking: Diego “Sem Noção” Ramalho (ZR Team)

Eliminatória: Com 14 brasileiros inscritos, a eliminatória da categoria até 77 kg promete ótimos combates. Nomes como: Tiago Bravo (Palms Sports Jiu-Jitsu Team), Leo Lara (Almeida) e Lucas Rocha (ZR Team) são os principais nomes na disputa pela vaga na chave principal do World Pro.

Chave principal: De um lado da chave, o australiano Levi-Jones Leary (Unity) surge como o principal nome na disputa de uma vaga para a final. Do outro lado da chave, Tommy Langaker (Kimura), Diego Sem Noção (ZR Team), Max Lindblad (Checkmat) e Alexandre Molinaro (Carlson Gracie) possuem chances de chegar na final da categoria. Um ponto interessante é a presença de Alexandre Molinaro na chave principal do World Pro. Com passaporte italiano, o carioca se garantiu como representante da Itália no evento, e evitou a seletiva brasileira.

Masculino 85 kg

Atual campeão: Isaque Bahiense (Alliance)

Representante pelo ranking: Rudson Mateus (Caio Terra)

Eliminatória: A fase qualificatória brasileira da categoria até 85 kg é bem mais interessante que a fase principal. Isaque Bahiense (Alliance), Gabriel Arges (Gracie Barra), Manuel Ribamar (Rodrigo Pinheiro BJJ), Gabriel Almeida (Checkmat), Thiago Sá (Checkmat) e muitos outros bons atletas, disputarão uma vaga na chave principal.

Chave principal: Ofuscada pela quantidade de talento que ficará retida na fase eliminatória brasileira, a chave principal da categoria até 85 kg terá a presença de alguns bons nomes “internacionais”. DJ Jackson (Lloyd Irvin) e Devhonte Johnson (Unity) serão desafios dificílimos para o ídolo local, Faisal Al Ketbi. Do outro lado da chave, Rudson Mateus (Caio Terra) e o vencedor da qualificatória brasileira deverão decidir o representante brasileiro na final da categoria.

Masculino até 94 kg:

Atual campeão: Felipe Preguiça (Gracie Barra)

Representante pelo ranking: Erberth Santos

Eliminatória: Kaynan Duarte (Atos) surge como principal favorito à vaga na chave principal do World Pro. Jackson Sousa (Checkmat) e Renato Cardoso (Commando Group) correm por fora.

Chave principal: Em uma chave desequilibrada, Adam Wardzinski (Checkmat) aparece como o principal favorito a uma vaga na grande final de um lado da chave. Do outro lado da chave, a decisão da vaga na final deve ficar entre os representantes brasileiros.

Masculino até 110 kg:

Atual campeão: Erberth Santos

Representante pelo ranking: Ricardo Evangelista (Commando Group)

Eliminatória: João Gabriel Rocha (Soul Fighters), Igor Silva (Commando Group) e Helton José Junior (Atos) são os principais nomes em busca de uma vaga na fase final do World Pro.

Chave principal: O brasileiro radicado no Reino Unido, Antonio Henriques (Roger Gracie) é um dos principais favoritos a uma vaga na final entre os competidores “internacionais”. Do outro lado da chave, a vaga deverá ficar com um representante brasileiro.

Feminino até 49 kg:

Atual campeã: Mayssa Bastos (GFTeam)

Representante pelo ranking: Mayssa Bastos (GFTeam)

Eliminatória: Na eliminatória brasileira da categoria até 49 kg, Sayuri Toledo (Alliance) e Thamires Aquino (GFTeam) surgem como principais candidatas ao posto de representante brasileira na categoria.

Chave principal: Em dois grupos, com três atletas cada um, a categoria até 49 kg feminino provavelmente terá uma final entre Mayssa Bastos (GFTeam) e a italiana, Serena Gabrielli (Flow). Esse duelo já ocorreu duas vezes esse ano, e nas duas oportunidades, a brasileira saiu vencedora.

Feminino até 55 kg:

Atual campeã: Amal Amjahid (C.E.N.S Academy)

Representante pelo ranking: Bia Basilio (Almeida)

Eliminatória: Na eliminatória brasileira, Ana Rodrigues (Alliance) surge com uma pequena vantagem em relação às demais concorrentes.

Chave principal: Com o mesmo sistema da categoria até 49 kg, a categoria até 55 kg pode ser uma das únicas que podem terminar com uma final brasileira. Isso aconteceria caso Bianca Basílio vencesse o Grupo B, e a representante brasileira oriunda da eliminatória vencesse o Grupo A.

Feminino até 62 kg:

Atual campeã: Bia Basilio (Almeida)

Representante pelo ranking: Bia Basilio (Almeida)

Eliminatória: Com três atletas na disputa, Bia Mesquita (Gracie Humaita) é franca favorita à vaga na chave principal.

Chave principal: Com Ffion Davies (ECJJA) e Bia Mesquita (Gracie Humaita) deverão vencer suas lutas e confirmarão suas respectivas vagas na grande final.

Feminino até 70 kg:

Atual campeã: Ana Carolina Vieira (GFTeam)

Representante pelo ranking: Thamara Silva (Cícero Costha)

Chave principal: Em busca do bicampeonato, Ana Carolina Vieira (GFTeam) retorna aos Emirados Árabes com grandes chances de repetir o feito. Porém, Thamara Silva (Cícero Costha) tentará evitar que

Feminino até 90 kg:

Atual campeã: Angélica Galvão (Atos)

Representante pelo ranking: Gabrielli Pessanha (Infight)

Eliminatória: Nathiely de Jesus (Rodrigo Pinheiro BJJ) é a grande favorita na disputa da fase preliminar da categoria.

Chave principal: Gabrielli Pessanha e Nathiely de Jesus (Rodrigo Pinheiro BJJ) devem repetir as finais do Grand Slam de Los Angeles e de Abu Dhabi na final do World Pro.