Home / Competições / Europeu de Jiu-Jitsu: Confira a análise das categorias na faixa preta

Europeu de Jiu-Jitsu: Confira a análise das categorias na faixa preta

Na terceira semana de 2018, o circo do Grand Slam da IBJJF desembarca em Lisboa para a décima sexta edição do Europeu de Jiu-Jitsu. Se em 2004, o campeonato começou um tanto quanto tímido em número de inscritos, em 2019, o evento chegou a marca aproximada de quatro mil inscritos, divididos em 401 categorias. Esse número mostra o quanto o esporte tem evoluído na Europa, principalmente no Leste Europeu.

Na edição desse ano, a IBJJF decidiu mudar o critério de inscrição dos faixas pretas da categoria adulto. Até o ano passado, o campeonato era aberto para qualquer faixa preta devidamente filiado à federação. A partir desse ano, a IBJJF instituiu que os competidores só estariam aptos a lutar o Europeu, se tiverem acumulado no mínimo 40 pontos no ranking da temporada 2018-2019, ou se já tiverem sido campeões mundiais anteriormente ( Os faixas pretas que foram campeões mundiais no ano passado, não precisam acumular os 40 pontos necessários). Com essa mudança, as categorias da faixa preta tiveram uma redução considerável no número de inscritos, o que tornará as disputas entre os faixas pretas mais dinâmica.

Nesse ano, o atual campeão do absoluto, Keenan Cornelius (Atos), está fora da disputa. Todavia, Lucas Hulk (Atos), que fechou o pódio junto com Keenan, retorna ao Pavilhão Multiuso de Odivelas para repetir o feito para a equipe de André Galvão, que também conta com ótimos valores para um possível fechamento de pódio, como: Kaynan Duarte e Gustavo Braguinha.

Keenan e Hulk dividindo o pódio do absoluto

Como já é costume em grandes eventos de Jiu-Jitsu, o BJJForum traz para você um resumo de todas as categorias na faixa preta, e traça possíveis projeções de acordo com as chaves estabelecidas, confira:

Peso Galo

Atual campeão: Hiago Gama (Alliance)

A palavra que define a categoria galo em 2019 é renovação. Após um longo reinado de Bruno Malfacine, ninguém consegue traçar projeções em relação à categoria. Essa imprevisibilidade se dá, por conta de alguns jovens talentosos que surgiram nos últimos três anos. No Europeu desse ano, Tomoyuki Hashimoto (Carpe Diem), Rodnei Júnior (Qatar BJJ) e Bebeto Oliveira (GFTeam) largam na frente na disputa pelo ouro da categoria. Os experientes, Aniel Bonifácio (Qatar BJJ) e Koji Shibamoto (Triforce), correm por fora.

Peso Pluma

Atual Campeão: Cícero Costha fechou a categoria com Hiago George e João Miyao

Com o intuito de repetir o feito do ano passado, Hiago George e João Miyao aparecem em lados opostos na chave. Com isso, as chances de um possível fechamento de categoria são reais. Contudo, um elemento novo pode impedir o triunfo do time de Cícero Costha. Esse elemento chama-se Kennedy “Cobrinha Jr” Maciel (Alliance), que chega ao seu primeiro Europeu na faixa preta, embalado pelo Mundial NOGI conquistado em dezembro. Cléber Clandestino (Almeida Jiu-Jitsu / Atos) será o primeiro adversário de Kennedy na chave, dificultando e muito, a vida do novato na disputa.

Peso Pena

Atual Campeão: Márcio André (Nova União)

Ao contrário do ano passado, quando a categoria contou com mais de 16 atletas inscritos. Esse ano, houve uma redução drástica no número de inscritos do peso pena. Entretanto, a qualidade manteve-se alta, com a presença Isaac Doederlein (Alliance), Alex Sodré (Nova União / Clube Feijão),  Leonardo “Cascão” Saggioro (BTT) e Paulo Miyao, que volta às competições da IBJJF após um longo gancho por doping.

Peso Leve

Atual Campeão: Michael Langhi (Alliance)

Lucas Lepri (Alliance) é o grande favorito ao ouro na categoria leve. Esse favoritismo não se dá pelo acaso, ele é fruto das atuações irretocáveis do atleta da Alliance nos últimos 4 anos. Do outro lado da chave, Yan Pica-Pau (Ribeiro Jiu-Jitsu) e Levi Jones-Leary (Unity) podem complicar a vida de Lepri em uma possível final. Outro nome que compõe a parte oposta da chave de Lepri é Gianni Grippo (Alliance). Com chances reais de chegar na final, o aluno de Marcelinho Garcia tem ferramentas para fechar a categoria com Lucas Lepri.

Peso Médio

Atual Campeão: Alliance fechou a categoria com Isaque Bahiense e Marcos Tinoco

Em busca do bicampeonato, Isaque Bahiense (Alliance) mais uma vez chega a um Europeu com grandes chances de ouro. Entretanto, alguns nomes aparecem como potenciais desafios para o atleta da Alliance. Tommy Langaker (Kimura), Espen Mathiensen (Kimura), Léo Lara (Almeida Jiu-Jitsu / Atos), Michael Liera Jr (Atos) e Manuel Ribamar (Rodrigo Pinheiro) surgem como candidatos ao ouro da categoria nesse ano,

Peso Meio-Pesado

Atual Campeão: Horlando Monteiro (Kimura)

Em busca do bicampeonato, Horlando Monteiro (Kimura) sabe que nesse ano, a tarefa será mais árdua que no ano passado. O potiguar tem pela frente, nomes como: Lucas Hulk (Atos), Rudson Mateus (Caio Terra) e 0 experiente Claudio Calasans (Atos). Com essa lista de talentos, a categoria meio-pesado se torna automaticamente uma das categorias mais aguardadas desse Europeu.

Peso Pesado

Atual Campeão: Keenan Cornelius (Atos)

A  categoria pesado pode ser resumida em um confronto entre duas equipes. De um lado da chave, Kaynan Duarte (Atos) e Jackson Sousa (Checkmat) surgem como principais semifinalistas de um lado da chave. Do outro lado, o comportamento se repete, Gustavo Braguinha (Atos) e Adam Wardzinski aparecem como prováveis semifinalistas. Os atletas da Atos possuem um certo favoritismo em relação aos atletas da Checkmat, e caso uma vitória dos dois alunos de André Galvão aconteça, teremos um fechamento de categoria.

Peso Super-Pesado

Atual Campeão: Nelton Pontes (Gracie Barra)

Ao contrário do ano passado, onde a categoria estava esvaziada. Esse ano, o super-pesado conta com dois bons nomes, que possuem grandes chances de fazerem a final. Fellipe Andrew (Zenith) e Helton José Jr (Atos) são os dois principais favoritos ao título. Para tentar colocar água no chopp dos dois brasileiros, James Puopollo (Ribeiro Jiu-Jitsu) e Gerard Labinski (Brotherhood) aparecem para representar os estrangeiros na categoria.

Peso Pesadíssimo

Atual Campeão: Ricardo Evangelista (GFTeam)

Vice-campeão em 2018, Victor Honório (Qatar BJJ) surge como principal candidato ao ouro na categoria pesadíssimo. Para tentar conter Honório na disputa, Igor “Tigrão” Schneider (Brotherhood), Otávio Nalati (Guigo Jiu-Jitsu / Team Lloyd Irvin) e Antõnio “Doutor Porrada” Assef (GFTeam) surgem como bons adversários na disputa pelo ouro