Home / Top News / Atleta de Curitiba fecha 2018 com ouro nas maiores competições da CBJJ e almeja o Mundial IBJJF para 2019

Atleta de Curitiba fecha 2018 com ouro nas maiores competições da CBJJ e almeja o Mundial IBJJF para 2019

Hoje conversamos com Mariane Moreira, faixa azul da Team Sapo, de Curitiba. Mariane entrou no jiu-jitsu depois de quase entrar em depressão por conta da do seu sobrepeso, rotina de trabalho e estudos. Começou praticando muay thai, e como o jiu-jitsu era uma aula anterior à sua, resolveu fazer uma aula e depois não parou mais. Hoje, faixa azul e competidora, Mariane fez uma boa campanha em 2018, ganhando campeonatos importantes da temporada.

2019 e as competições

As principais competições que participou esse ano foram as da IBJJF, e também participou de um circuito no Estado de Santa Catarina, onde a premiação para o feminino geral Azul/Roxa seria a passagem para lutar o mundial no EUA, onde foi campeã. Este ano optou por não lutar todos os Estaduais do Paraná, pois, coincidiam com outros campeonatos que ela estava tentando ranquear. Foi um ano bem corrido, com um total de 16 campeonatos. Os maiores foram:

Campeã South America UAEJJF

Campeã Peso e Absoluto Floripa Open CBJJ

Bi Campeã Peso e Absoluto Curitiba Open CBJJ

3º Lugar Brasileiro CBJJ

Campeã Paranaense FJJPR

Campeã 3 ª Etapa Campeonato Paranaense de Jiu-Jitsu

Campeã Internacional de Masters South America – IBJJF

Campeã Sulamericana CBJJ 2018

Campeã Circuito Stance

As dificuldades

As maiores dificuldades, segundo ela, foram conciliar trabalho, família, treinos e competições. E não ter apoio financeiro: as competições em um geral são um gasto muito grande com inscrições, viagens, alimentação, suplementação e estadia. Dois campeonatos em 2017 da IBJJF, ela deixou de lutar por não ter apoio, que seria o Sul Americano em São Paulo e o Internacional de Master no Rio de Janeiro. Esse ano ela conseguiu lutar e ser campeã nos dois, o que exigiu alguns sacrifícios.

Planos para 2019

Mariane no ano que vem irá focar para o Mundial de Masters, que este ano também estava em sua lista de desejos, mas que novamente, por conta da parte financeira, foi inviável. Porém, como foi campeã no Circuito Stance de Santa Catarina, ganhou a passagem para lutar em 2019 o evento em Las Vegas, e assim, será possível realizar esse grande sonho de lutar um campeonato desse porte.

Sobre auxiliar em aulas de jiu-jitsu

Esse ano, ela teve a experiência em auxiliar nos treinos infantis por um curto período, e ela diz que é algo que deseja muito para seu futuro. “É incrível e uma responsabilidade imensa porque vejo que você acaba sendo referência na vida deles e cria um laço de muito carinho, cada mínima evolução deles ficamos deslumbrados.”

Mariane deseja que o esporte cresça cada dia mais, sobretudo entre as mulheres, pois para ela, quanto mais mulheres tiverem no esporte, mais o jiu-jitsu feminino evoluirá.

Mariane, esperamos que você alcance todos os objetivos e desejamos muita sorte para você em 2019. Estamos na torcida!