Home / Competições / Professor de sucesso no Texas, Daniel Pinheiro quer ouro no Mundial Sem Kimono para fechar ano empreendedor

Professor de sucesso no Texas, Daniel Pinheiro quer ouro no Mundial Sem Kimono para fechar ano empreendedor

Natural de Manaus, no Amazonas, Daniel Pinheiro deu seus primeiros passos no Jiu-Jitsu aos 11 anos de idade, ao lado do seu irmão, Rodrigo. Embalado por seus primeiros resultados ainda quando era jovem, Daniel decidiu que o esporte seria a sua profissão. A sua decisão estava corretíssima, visto o sucesso que Daniel faz hoje em San Antonio, Texas, Estados Unidos.

Praticante de Jiu-Jitsu há 28 anos e faixa-preta de 2001, Daniel comanda sozinho sua academia, a Team Shark BJJ, que conta com mais de 140 alunos espalhados entre as crianças e adultos. Daniel, que até então se via apenas professor e lutador, despertou seu lado empresário quando começou a construir sua academia. Como ele diz, empreender nos Estados Unidos é menos difícil.

“Meu time tem apenas 4 anos, estamos começando, mas os resultados já estão aparecendo. Meus alunos já criaram o desejo, a vontade por competir. Em breve, todos eles estarão sendo campeões nos principais eventos de Jiu-Jitsu. A vida de empreendedor no Estados Unidos não é fácil, mas nós, brasileiros, sabemos lidar com qualquer dificuldade e seguimos em frente. O segredo do meu sucesso e objetivos é trabalhar duro, árduo e com comprometimento”, conta Daniel, antes de analisar o crescimento do Jiu-Jitsu na Terra do Tio Sam.

“O nível do BJJ americano vem evoluindo muito a cada ano. Os americanos estão mais envolvidos com o esporte e suas filosofias, tudo é novo para eles. O BJJ não possui mais de 25/30 anos nos EUA, então permanece sendo um esporte, relativamente, novo pra eles. Eu creio que eles terão uma boa gama de campeões da terra em mais uns 5 ou 6 anos. Ele valorizam a arte e apreciam bastante seus professores”.

Há 7 anos em San Antonio, no Texas, Daniel acumula títulos e boas performances em paralelo a sua vida de professor. O faixa-preta, aliado ao seu objetivo de abrir sua segunda academia, quer fechar o ano empreendedor com o título do Mundial Sem Kimono da International Brazilian Jiu-Jitsu (IBJJF) neste fim de semana, em Long Beach, na Califórnia.

“Tenho planos de abrir minha segunda academia, meu lado empreendedor sempre está me motivado a evoluir profissionalmente. E, como sempre gostei de competir, vou lutar o Mundial Sem Kimono na divisão master pesadíssimo. Em 2019 vou competir os principais torneios da IBJJF, meu calendário pretende ser bem ocupador”, projeta Daniel, que logo em seguida manifesta o desejo de lutar MMA profissional novamente, onde acumula 4 vitórias e apenas uma derrota no cartel.

“Pretendo competir sim, quem sabe me oferecem algo que seja bom para os dois lados. Amo lutar e competir”, encerra Daniel.

Daniel acumula títulos no Americano Nacional (IBJJF), no Amazonense, onde tem 10 medalhas de ouro, um cinturão no Hunter Submission, e quatro medalhas de ouro no Mundial da SJJIF . Daniel também é medalhista de bronze no peso e absoluto do Europeu (IBJJF), medalhista de prata no Pan (IBJJF), medalhista de bronze no Mundial e Pan Sem Kimono (IBJJF).

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com