Home / Competições / Bia Mesquita analisa vitória no Five Grappling e crescimento do Jiu Jitsu feminino

Bia Mesquita analisa vitória no Five Grappling e crescimento do Jiu Jitsu feminino

Foto: Ane Nunes/Gentle Art Media

Beatriz Mesquita, 25 anos, brilhou no último fim de semana em San Diego, na Califórnia. Pelo Five Graplling, a faixa-preta da Gracie Humaitá venceu sua luta casada contra Talita Alencar, da Alliance, num duelo de seis minutos.

Durante o combate, Bia arrochou uma justa chave de joelho, que foi defendida pela adversária. A tentativa de finalização e o jogo de pressão decretaram a vitória da aluna Letícia Ribeiro, líder do time feminino da Gracie Humaitá.

Foi uma boa luta. Eram apenas seis minutos e só valia a finalização. O leglock estava muito encaixado, acho que fiquei muito empolgada para finalizar e ela conseguiu escapar. Já assisti a luta algumas vezes, para consertar os erros para o Pan da IBJJF”, comenta Bia, antes de falar que os treinos ainda continuam a todo o vapor. “Faltam poucos dias para o Pan, os treinos continuam duros até quinta-feira. Sexta-feira é descanso para lutar no fim de semana”.

Bia falou do crescimento do Jiu-Jitsu feminino nos últimos anos e os convites para duelos casados entre as mulheres.

Eu tenho orgulho e fico muito feliz de ver como o esporte vem crescendo, principalmente no feminino. As meninas estão podendo acreditar mais que é possível viver do esporte e isso é muito legal. O incentivo vem aumentando, os convites para lutar Jiu-Jitsu também estão aumentando”, disse a campeã, que deixou uma mensagem de apoio para a mulherada.

Se você acredita num sonho, nunca desista. Persista até alcançar seus objetivos, pois tudo é possível quando você acredita”, encerra.